Home / Animais / Ganso Toulouse Características

Ganso Toulouse Características

Localizada na região sul da França, a cerca de 200km da cidade de Bordeaux, Toulouse encanta pelo charme das suas inconfundíveis construções todas em tijolos cor-de-rosa, que a fazem receber o carinhoso apelido de “La Ville Rose”.

Mas o que muitos não sabem é que ela também é a produtora de uma das espécies com as características mais exóticas do mundo: o “ganso toulouse”.

Na verdade é a maior e mais imponente raça de gansos existentes. Eles podem chegar facilmente aos 15 kg (machos) e 11 kg (fêmeas) de peso, mas já aos 3 meses de vida ostentam toda a imponência de mais de 4kg de estrutura.

Eles possuem uma cor cinza (em tons claros e escuros) e (não sabemos se se pode atribuir a isso um mérito ou não) há milênios são conhecidos pela produção do famoso patê de ganso (foie gras), que enriquecia, até pouco tempo atrás, a mesa dos abastados com seus paladares exigentes e gostos apurados.

O ganso toulouse costuma ser criado para o abate. A sua carne é considerada uma das mais tenras, e o que se diz é que uma mesa que contenha tal iguaria, sem dúvida, define o requinte dos seus anfitriões. Mas não se pode esquecer que as suas qualidades como competentes “gansos de guarda” os tornam, em muitas propriedades, o principal sistema de segurança e de vigilância.

As suas penas também fazem um sucesso à parte, como originais objetos de ornamentação nas residências, muito por conta do porte dessas aves, que se destacam dentre todas as espécies de anseriformes existentes.

Outra característica marcante dos gansos toulouse, são as suas modestas necessidades alimentares. De acordo com estudiosos da raça, uma boa pastagem, cercada por algumas outras espécies de vegetais, flores, folhas, milho, ervilhas ou pequenos moluscos, é o suficiente para garantir-lhes esse porte esbelto e saudável, que é o seu verdadeiro cartão de visita.

As Características do Ganso Toulouse

Os gansos toulouse são animais incomparáveis. Eles possuem uma plumagem densa, extremamente agradável ao toque, de cor cinza-claro (com tons escuros), além de um porte elegante, imponente e vigoroso, do alto dos seus 15 kg — que é o peso a que os machos podem chegar quando bem tratados.

Ganso Toulouse e Seu Tamanho
Ganso Toulouse e Seu Tamanho

Eles ainda possuem uma cabeça não muito avantajada, mais larga que a das outras espécies e que parece bem pequena quando comparada ao restante do corpo.

Um pequeno bico, resistente, achatado e de cor meio alaranjado chama bastante a atenção, além de olhos expressivos, regulares, grandes e castanhos-escuros.

O Pescoço do Ganso Toulouse
O Pescoço do Ganso Toulouse

Os gansos de toulouse também possuem um pescoço de tamanho médio, encurvado levemente, de um cinza-escuro (mais para o tom claro na direção do peito), e que lhe garante esse porte elegante e esbelto.

Outras características marcantes são um peito vaidosamente estufado (em um tom cinza-claro); costas largas (mas de tamanho médio); cauda pequena e arrebitada; pés e pernas firmes; além de dedos, como é tradicional nos anseriformes, ligados por um tipo de membrana bastante resistente.

Algumas Peculiaridades da Raça Toulouse

Essa é uma espécie bastante conhecida pela sua precocidade. A partir de 11 semanas eles já podem pesar 4kg. Para se ter uma ideia do que isso representa, um frango abatido dificilmente atinge o peso de 3kg na fase adulta.

Outra característica do ganso toulouse, e que faz encher os olhos dos criadores, é o fato de que aos 9 meses de vida já é considerado um animal pronto para a reprodução. E não só pronto, como bastante disposto!, já que pode acasalar com 4 ou 5 fêmeas durante o cio — e estas podem pôr até 60 ovos em cada ninhada (geralmente entre agosto e dezembro).

São cerca de 28 dias de incubação, até que eclodam pelo menos 1 ovo a cada 48 horas, para que se chegue a uma quantidade entre 14 e 25 ovos no primeiro ano de estreia da sua fase reprodutiva.

Ovos de Ganso Toulouse
Ovos de Ganso Toulouse

A partir daí, os gansos já podem passar pelo regime de engorda, até que atinjam os assustadores 15 kg (os machos) — e até 11kg (as fêmeas) — e produzam uma carne leve e suculenta, além de mais ou menos 3kg de banha e um fígado com até 2kg.

Uma técnica bastante exitosa, utilizada por boa parte dos grandes criadores, é realizar uma espécie de “aperfeiçoamento genético”, com vistas a produzir espécies ainda melhores, mais fortes e saudáveis.

Para tal, é preciso que a escolha dos machos e das fêmeas seja bastante criteriosa. Será necessário separar 1 macho (dentre os melhores) para até 3 fêmeas (dentre as melhores), preferencialmente já a partir dos 8 meses de vida de cada um.

A Reprodução dos Gansos
A Reprodução dos Gansos

Um dos motivos para que se leve a cabo tal prática, é o fato de que a incubação nem sempre garante a eclosão de espécimes saudáveis — na verdade, a incubação dos gansos toulouse costuma ser um tanto quanto problemática, o que acaba resultando em muitos prejuízos financeiros para os criadores.

Como Criar um Ganso Toulouse

Os gansos toulouse possuem a característica — bastante apreciada, diga-se de passagem — de mesclarem hábitos alimentares típicos de animais herbívoros e onívoros.

Dessa forma, mato, gramínea, verduras, leguminosas, flores, frutos, pequenos moluscos, minhocas, lesmas, grãos, entre outras iguarias disponíveis no solo onde vivem, podem, tranquilamente, garantir a produção de espécies fortes e saudáveis.

No entanto, no caso de animais criados para algum fim em especial (ou mesmo para aqueles criados em cativeiro por grandes criadores), o recomendado é a introdução de uma ração especial à sua dieta.

Está poderá ser composta por milho, legumes, verduras, frutas e até mesmo vitaminas, proteínas e aminoácidos adicionados artificialmente, como forma de, inclusive, garantir a integridade do sistema de defesa do seu organismo. O fato de os gansos serem descendentes dos imponentes “gansos selvagens”, torna-os animais fortes, vigorosos e bastante resistentes às mais diversas condições climáticas, alimentares e geográficas.

A Criação do Ganso Toulouse
A Criação do Ganso Toulouse

No entanto, até mesmo animais tão vigorosos podem ter o seu potencial melhorado a partir da introdução de boas práticas na criação.

Eles devem, por exemplo, ter o seu próprio abrigo, onde possam proteger-se das intempéries, mas também da ameaça de alguns predadores que, insidiosamente, permanecem sempre à espera da oportunidade de garantir, também eles, o seu sustento.

Também é preciso ter em mente que, por serem animais tipicamente aquáticos, um belo reservatório de água à sua disposição os ajudará, do ponto de vista psicológico, a conservarem-se também fortes, vigorosos e saudáveis.

E, por fim, a maioria dos estudiosos sobre o comportamento e estrutura biológica dessas aves, recomendam a extração das suas penas somente no período em que elas são naturalmente trocadas. Isso ocorre geralmente entre junho e setembro (período de frio). É quando ocorre a “muda”, e quando elas ficam extremamente sensíveis a um simples toque.

O que achou desse artigo? Deixe-nos saber, por meio de um comentário, logo abaixo. E continuem compartilhando, discutindo, questionando, refletindo e aproveitando ao máximo as nossas publicações.

Veja também

Espécies De Cobras Em Florianópolis

As serpentes ou cobras, como são mais conhecidas aqui no Brasil, são animais pertencentes a …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *