Home / Animais / Elefante Pigmeu de Bornéu

Elefante Pigmeu de Bornéu

Você já ouviu falar em uma raça de elefantes que, diferente da maioria da espécie, possui um tamanho muito pequeno? Pois é, se já o conhece, provavelmente deve estar se lembrando do elefante pigmeu de Bornéu.

Essa raça é bastante curiosa, justamente pelo seu tamanho. Chegam a ter metade da altura dos elefantes comuns. A altura máxima que podem atingir é 2,5 metros.

Apesar do tamanho bem menor — comparado ao seu parente mais conhecido — o que mais impressiona é o fato de que sua face se assemelha a de um bebê. Isso mesmo! Até os adultos possuem a cara de um filhote que acabou de nascer.

Confira quais são as características que ele possui além das que foram citadas!

Curiosidades Peculiares

Os elefantes pigmeus de Bornéu estão no topo da lista de animais selvagens imperdíveis para todos os entusiastas da vida selvagem que gostam de um safari na selva.

Os elefantes pigmeus de Bornéu são distintos em sua aparência como o menor dos elefantes asiáticos com orelhas maiores, caudas mais longas e presas mais retas.

Talvez por serem bastante mansos e passivos, os elefantes pigmeus de Bornéu já foram considerados descendentes de um rebanho doméstico de elefantes dado ao sultão de Sulu em algum momento disputado na história.

Mulher Brincando Com Um Elefante Pigmeu
Mulher Brincando Com Um Elefante Pigmeu

No entanto, um estudo feito em 2003 provou que os essa espécie de elefante tão exótica é geneticamente diferente de outros elefantes asiáticos, além de que eles foram isolados de seus primos do continente há mais de 300.000 anos e são, portanto, parte de uma única subespécie Elephas maximus borneensis.

Deixando de lado o rótulo de pigmeu, os pequenos gigantes ainda podem crescer entre 2,5 e 3 m de altura e, curiosamente, estudos mostram que eles não são, em média, menores do que seus primos peninsulares ou de Sumatra.

Características Físicas e Habitat Natural

Como já foi dito, a sua peculiaridade é justamente o seu rosto, que parece a de um bebê. Sua semelhança é muito comum com os filhotes da espécie que habita o continente africano. Mesmo quando são adultos, essa aparência não some!

Na savana de Sabah, há cerca de 1.500 elefantes pigmeus de Bornéu, com status que está corretamente classificado como ameaçado de extinção. As maiores ameaças aos elefantes pigmeus de Sabah em Bornéu são a fragmentação de seu habitat, a degradação de seu ambiente e a constante invasão do desenvolvimento humano.

Mamíferos do tamanho de elefantes pigmeus de Bornéu precisam de um ambiente considerável para procurar sua grande ingestão nutricional diária.

A extração de madeira e a expansão das plantações, especialmente as plantações de dendezeiros, cortam o habitat natural das florestas dos elefantes, desconectam-nas de sub-populações e encolhem sua área florestal.

Além disso, o contato humano também representa uma ameaça direta exagerada pela selva encolhida. Quanto maior a plantação, maior é a quantidade de humanos, e, consequentemente, plantações.  Isso faz com que sejam criadas mais oportunidades para os elefantes pisotearem essas plantações, gerando um conflito interminável.

Armadilhas ilegais, muitas vezes definidas para outros animais selvagens, são pensadas para ser a causa de ferimentos sofridos por cerca de 20% da população de elefantes.

Onde é Possível ver Esses Animais Livremente?

Com a finalidade de encontrar o elefante pigmeu de Bornéu, uma viagem para as partes norte e nordeste de Sabah é necessária com avistamentos comuns em Tabin, Lower Kinabatangan, Kinabatangan Norte, na Reserva Florestal Ulu Kalumpang e nas florestas centrais de Sabah.

Esta foto Mostra dois Pesquisadores Tirando Medidas de um Elefante Pigmeu Adulto
Esta foto Mostra dois Pesquisadores Tirando Medidas de um Elefante Pigmeu Adulto

O turismo sustentável focado no elefante pigmeu de Bornéu não apenas destaca sua situação, mas também aumenta o perfil dos elefantes e os esforços necessários para conservar os gigantes gentis e seu habitat importante. Existem alguns parques nos países (principalmemente asiáticos) que focam na preservação dessa espécie.

Por este motivo, é possível observá-los ao ar livre. Basta frequentar esses lugares específicos. Essa é uma das formas que foram encontradas para a preservação dos elefantes pigmeus de Bornéu.

Notícias (nem tão boas)

Recentemente, muitos animais dessa espécie foram encontrados mortos na Malásia. Nesse país, o número de elefantes pigmeus era considerável. Porém, só em 2018, já foram contatadas mais de 25 mortes do animalzinho. Em 8 anos, mais de 100 já foram encontrados sem vida. O número mais alto de todos os tempos!

Elefante Pigmeu Achado Morto por Pesquisadores
Elefante Pigmeu Achado Morto por Pesquisadores

Vale lembrar que ela é uma espécie que está em extinção. Assim, todo o cuidado para preservá-los deve ser feito.

Uma organização ambiental reconhecida mundialmente, a WWF, estima que apenas 1500 desses animais estão vivos no mundo. Porém, esse número pode ser ainda menor, por causa das mortes estúpidas que vem ocorrendo. A Malásia é um caso que deve ser investigado e tratado como crime indefensável.

O número é bem baixo, pois, infelizmente, muitos pensam apenas na sua satisfação pessoal. É um dever de todos focarem no prosseguimento desses animais no nosso planeta. Toda ajuda é bem-vinda e tudo o que for feito em favor deles é louvável.

Veja também

Animais em Extinção no Brasil

É fato que o Brasil muitas vezes é reconhecido no exterior por possuir a maior …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *