Home / Animais / Diferença Entre Águia, Gavião e Falcão

Diferença Entre Águia, Gavião e Falcão

Águias, gaviões e falcões são aves de rapina que podem ser encontrados em todos os continentes, exceto na Antártida. Habitam florestas, pastagens, prados alpinos, tundra, desertos, costas marítimas, áreas suburbanas e urbanas. Todas são aves diurnas (ativas durante o dia). Eles caçam e comem diferentes tipos de animais. Apesar de muitas características comuns, essas aves podem ser diferenciados umas das outras por tamanho corporal e morfologia. Vejamos:

Falando Sobre as Águias

Uma águia típica pesa cerca de oito quilos e geralmente são fortes. Eles têm corpo musculoso e fortemente construído, bico viciado, garras curvas e pernas muito fortes. Sua garra posterior é especialmente forte e bem desenvolvida para facilitar o agarramento e o transporte de presas pesadas. Pernas de águias são parcialmente cobertas de penas. Há uma protuberância óssea acima dos olhos das águias bem característico. Há dois grupos principais de águias: águias terrestres e águias-marinhas, e no Brasil existem cerca de oito espécies.

Águias têm uma envergadura de dois metros e meio de comprimento, são cobertas por penas douradas, cinza-acinzentadas e marrons e têm bico amarelado ou claro.

Uma Águia-Real Exibiu uma Envergadura Impressionante Durante um Festival Tradicional na Cidade de Ust
Uma Águia-Real Exibiu uma Envergadura Impressionante Durante um Festival Tradicional na Cidade de Ust

Têm uma visão aguçada que facilita a detecção de alimentos. As águias voam e caçam suas presas no ar e carregam-nas nas garras até o poleiro mais próximo, onde elas o destroem e comem. Águias caçam presas maiores, como cobras, vertebrados de tamanho médio e mamíferos e outras aves. Águias marinhas caçam peixes e criaturas marinhas. As águias produzem gritos sutis.

A maioria das espécies de águias deposita 2 ovos no ninho localizados nas árvores altas ou nas falésias. Um filhote mais velho mata seu irmão para garantir mais comida. As águias cuidam e fornecem comida para seus filhotes. As águias terrestres têm pernas emplumadas até os dedos dos pés. As águias marítimas têm as pernas enevoadas na metade dos dedos dos pés.

Falando sobre Gaviões

Os gaviões são morfologicamente muito parecidos com as águias, sendo porém menores e menos imponentes, mas muito diversificados. Em geral, suas asas são largas, a cauda é pequena, garras compridas, fortes e afiadas. Semelhante as águias, usam as garras na captura de suas vítimas, agarrando-as. São adaptadas à predação em espaços fechados. Alimentam-se de roedores, pequenas aves, insetos e alguns anfíbios. Existem mais de 200 espécies da família accipitridae pelo mundo, sendo cerca de 40 espécies vivendo aqui no Brasil.

Águias e gaviões são espécies de aves que pertencem igualmente a família accipitridae. Até hoje existem divergências nos estudos científicos que classificam essas espécies e provavelmente existirá no mesmo gênero espécies da ave que serão chamadas gavião e outras que serão classificadas de águia.

Falando sobre Falcões

Espécies grandes de falcões raramente excedem o peso de três quilos. Falcões têm bico curvado e garras muito afiadas. Pernas parcialmente cobertas de penas. Falcões tem uma envergadura inferior a um metro e meio de comprimento. Os gaviões podem voar por um longo período de tempo, graças às asas longas e largas e cauda larga. Os gaviões geralmente têm plumagem cinza ou marrom-avermelhada nas costas e penas brancas no peito e na barriga. Seu bico é de cor escura. Geralmente tem pontos ou estrias mais escuras no pescoço, peito e pernas e barras mais escuras na cauda e nas asas. Suas pernas são de penas, em algumas espécies até os dedos dos pés.

Gaviões também têm uma visão aguçada que facilita a detecção de alimentos mas frequentemente se escondem nas árvores até que uma presa em potencial apareça. Uma vez que a presa é detectada, os gaviões saem rapidamente de seus poleiros e atacam usando o elemento surpresa.Possuem uma borda no bico forte o suficiente para cortar os ossos da coluna de suas presas. Os gaviões caçam e comem ratos, camundongos, esquilos, coelhos e grandes insetos. Eles não consomem peixe. Gaviões produzem um ruído estridente de alta frequência. Os gaviões colocam 2 a 7 ovos no ninho nas falésias, colinas, árvores ou ocasionalmente no chão. Também são cuidadosos e fornecem comida para seus filhotes.

Homem Tratando de Um Filhote de Falcão Peregrino
Homem Tratando de Um Filhote de Falcão Peregrino

Existem em torno de 70 espécies pelo mundo, sendo cerca de 20 vivendo aqui no Brasil. Falcões pertencem a família falconidae tendo a principal distinção das outras aves de rapina diurnas no fato de matar a presa com o bico e não com as garras, possuindo a ponta da parte superior do bico curvada.

Uma Peculiaridade de Todos

Quase todas as aves exibem um comportamento agressivo quando percebem uma ameaça ao seu ninho ou aos filhotes. Águias, gaviões ou falcões serão sim ameaçadores e intimidarão intrusos que invadem seu território. O comportamento defensivo em relação às pessoas pode assumir a forma de vocalizações altas ou perseguindo e atacando o intruso. O vigor com que um pássaro defende seu território depende da espécie. As aves de rapina serão mais agressivas em relação aos humanos durante o período dos filhotes (o intervalo entre a eclosão e a partida
da ave jovem do ninho).

A melhor coisa que você pode fazer, numa situação dessa é ser paciente e compreensivo. Lembre-se, o comportamento durará apenas enquanto os filhotes estiverem no ninho, ou se você estiver se intrometendo no habitat delas. Se possível, fique fora da área do ninho. Tenha especial atenção a crianças em quintais ou quaisquer descampados onde possa existir ninhos. Para viagens curtas para o território da ave, leve um guarda-chuva aberto para desencorajar os pássaros. Se houver alguma necessidade inevitável de percorrer pelo território das aves de rapina ou próximo a seus ninhos, uma ideia é usar um balão mylar, aqueles feitos de nylon metalizado com capa resistente e colorida usados em eventos infantis com desenhos e formatos diversos. Dois ou três desses presos acima da cabeça podem confundir e até assustar a ave.

Águia Atacando um Homem
Águia Atacando um Homem

Se souber que há filhotes ou ovos no ninho, o recomendável é manter-se distante dessas áreas por pelo menos seis semanas, período em que os filhotes provavelmente já estarão alçando voo e seus adultos se sentirão menos ameaçados. Aves de rapina não são portadores de raiva ou outras doenças transmissíveis. Se de todo modo ocorrer de ser atingido e ferido por uma delas, lavar e tratar a ferida com antisséptico já será o suficiente.

Mas lembre-se: o potencial e ferocidade das garras ou bico de uma ave de rapina poderá desferir golpes realmente muito violentos. O melhor mesmo é manter distância!

Veja também

Animais Exóticos da Austrália

A Austrália é um país rico nos mais diversos âmbitos e sentidos da palavra. Nele …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *