Home / Animais / Como o Coelho Se Locomove?

Como o Coelho Se Locomove?

Incansáveis saltitantes, os coelhos são animais lagomorfos que pertencem à família Leporidae.

Os coelhos silvestres foram inseridos no ambiente doméstico desde a Idade Média, e são PET’s bem populares hoje em dia. Essa popularização iniciou-se com mais intensidade na década de 80, e atualmente acredita-se que haja cerca de 47 raças de coelhos, segundo a ARBA (Associação de Criadores de Coelhos). Muitas dessas raças são resultantes de cruzamento entre as espécies.

Um dos coelhos mais populares aqui no país é o Coelho Botucatu. Esta raça teve origem no nosso próprio país, através do cruzamento dos Coelhos Norfolk 2000, Coelho Nova Zelândia, Coelho Califórnia e Coelho Gigante de Bouscat.

Além da criação doméstica como PET’s, a prática da cunicultura, ou seja, criação de coelhos com o fim de comercialização da carne, vem crescendo no Brasil.

Uma curiosidade é que o coelho é o animal incluso na dieta humana que contém o maior número de metais pesados.

Além do olfato e audição apurados (e sua grande habilidade em roer objetos e alimentos, lógico), o coelho é graciosamente conhecido pelo seu andar saltitante que encanta a todos.

Neste artigo vamos conhecer um pouco mais sobre esse mamífero tão adorável, seus hábitos e como o coelho se locomove, de fato.

Venha conosco e boa leitura.

Comportamento e Características do Coelho

Anatomicamente, apresentam orelhas e patas compridas; e caudas curtas, em formato arredondado.

Os olhos do coelho estão localizados lateralmente na cabeça, nos lados direito e esquerdo. Esse posicionamento possibilita que haja visão dos objetos situados às suas costas e ao seu lado melhor do que os objetos situados à sua frente. Durante a captação de sons, pode haver movimentação das orelhas. Da mesma forma, pode movimentar a narina ao captar algum cheiro, ou perceber alguma ameaça de perigo.

Na dentição, os dentes incisivos são extremamente destacados em relação aos demais (podendo crescer até mesmo 0,5 centímetros ao ano). Esse grande comprimento contribui para que o hábito de roer alimentos, e até mesmo objetos de forma geral, seja bastante frequente.

O coelho detém a fama de ser extremamente fértil. Mas acredite se quiser, a fêmea pode retornar ao cio, por um período de até 24 horas após o trabalho de parto. Além disso, a fase reprodutiva pode começar aos 4 meses de idade.

A gestação da coelha dura, em média, 30 dias; e dá origem a 3 a 12 filhotes. Você pode aprender mais sobre esse tópico no artigo Como Nasce o Coelho?

 

Um hábito incomum, e até mesmo desconhecido por muitos, é a coprofagia. Acredite ou não, mas, durante à noite, o coelho coleta com a boca as fezes do próprio ânus. Esse hábito incomum permite ao mamífero ter contato com bactérias fermentadoras, que o fornecem o suprimento adequado de Vitamina C e Vitaminas do Complexo B. Além disso, fibras e nutrientes que não foram eficientemente digeridos podem passar novamente pelo intestino, e finalizar o processo.

Um coelho silvestre pode atingir uma expectativa de vida de, em média, 4 anos. Ao passo que um coelho doméstico atinge 10 anos.

Alimentação do Coelho

O coelho é um animal herbívoro. Em resumo, a dieta de um coelho doméstico baseia-se em feno, verduras, ração e algumas frutas. Leia mais sobre o assunto no artigo Coelho Pode Comer Pepino? Tirando as Dúvidas Sobre a Alimentação do seu PET.

Há algumas listas de frutas e legumes permitidos. Outras devem ser consumidas apenas de 2 a 3 vezes por semana. É importante comprar feno e oferece-lo ao coelho doméstico, visto que esse animal tem necessidades mínimas diárias de celulose para manter o seu intestino em funcionamento. As rações comerciais devem ser um complemento, e não a única fonte de dieta. Lembre-se que o coelho deve estar sempre roendo algum alimento.

Hábitat do Coelho

O coelho silvestre pode morar no interior das árvores, ou cavar tocas para estabelecer suas moradias. Dessa forma, ele se protege contra potenciais predadores.

No ambiente doméstico o coelho pode ser colocado em cercados, coelheiras individuais ou ser deixado solto no quintal (demandando certas adaptações no espaço, para que o torne favorável ao animal). Leia mais sobre o tema no artigo Hábitat do Coelho: Características do Hábitat Silvestre e Possíveis Adaptações Para o Coelho Doméstico.

Como o Coelho se Locomove?

Uma vez familiarizados com as características gerais do coelho, voltamos à nossa pergunta inicial. Afinal, como o coelho se locomove? Bom para isso ele conta com uma adaptação anatômica importante.

As patas traseiras são mais longas e mais fortes que as patas dianteiras, essa adaptação permite que os coelhos executem o movimento de salto, uma vez que ela é essencial para fornecer impulso.

Usando de comparação para facilitar essa explicação, as patas traseiras para o coelho são o equivalente às nossas mãos (“patas dianteiras”), caso queiramos pular na posição de quatro. Naturalmente, a mão é que fornecerá o impulso necessário para o salto.

Quando esse coelho está inserido em hábitats silvestres, ele pode alcançar até mesmo 70 Km/h, durante a fuga de predadores. Algumas literaturas referem uma velocidade ainda maior, em torno de 100 Km/h.

Um coelho assustado na presença de um predador, pode saltar a uma distância superior a 3 metros.

Muitas vezes, em fuga, um coelho pode correr em zigue-zague intencionalmente com a finalidade de confundir o seu predador, até que esteja a uma distância segura, na qual possa se refugiar em algum esconderijo.

Coelhos silvestres são mais velozes que os coelhos domésticos, contudo se você tem algum coelho doméstico, é fundamental que conheça a natureza do animal e saiba que ele naturalmente vai saltar e correr pela casa. Também é aconselhável manter um espaço mínimo para que o coelho possa circular e saltar livremente.

Muitas vezes, o coelho pode dar saltos ou pontapés como linguagem corporal, para indicar uma mensagem específica. Por exemplo, quando um coelho forma círculos em tornos dos pés, é um sinal que quer acasalar com a fêmea. Ao realizar saltos ou movimentos semelhantes à dança, em um espaço delimitado, demostra alegria e empolgação. Ao bater com as patas no chão, o coelho pode estar tentando comunicar que está assustado, furioso ou que percebe alguma ameaça de perigo.

Coelho Saltando Obstáculo
Coelho Saltando Obstáculo

Agora que você já sabe como o coelho se locomove, pode entender um pouco mais sobre o comportamento e os hábitos do seu PET.

Fique à vontade, para conhecer outros artigos do site. Aqui há muito material informativo para você (inclusive sobre coelhos).

Até as próximas leituras.

REFERÊNCIAS

Coelho. Disponível em: <http://animais.culturamix.com/informacoes/mamiferos/pequenos/coelho>;

COUTO, S. E. R. Criação e manejo de coelhos. Scielo books. Editora Fiocruz. Disponível em: <http://books.scielo.org/id/sfwtj/pdf/andrade-9788575413869-14.pdf>;

House Rabbit Society. Interpretação do Comportamento dos Coelhos. Disponível em :< https://rabbit.org/interpretacao-do-comportamento-dos-coelhos/>;

PACIEVITCH, T. Coelho. Disponível em: <https://www.infoescola.com/mamiferos/coelho/>.

Veja também

Animais Exóticos da Austrália

A Austrália é um país rico nos mais diversos âmbitos e sentidos da palavra. Nele …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *