Home / Animais / Como Nasce o Coelho?

Como Nasce o Coelho?

Todos nós sabemos que o nosso protagonista peludo, de pernas e orelhas longas tem a fama de ser uma espécie muito fértil, não é mesmo?

O coelho é um animal extremamente cativante e adaptável para ser criado como PET. Nos Estados Unidos, cerca de 40% dos animais de estimação são coelhos. Por ser tão querido, cada vez mais é despertada curiosidade sobre os seus hábitos e estilo de vida.

Neste artigo, você descobrirá como nasce o coelho e suas principais características relacionadas à sexualidade e reprodução.

Venha conosco e boa leitura.

Características Gerais do Coelho

De acordo com a taxonomia (classificação biológica), o coelho pertence ao reino Animalia, ao filo Chordata, ao subfilo Vertebra, à classe Mammalia, à ordem Lagomorfa, e à família Leporidae.

Para realizar movimentos, o coelho faz uso das patas traseiras, a partir da execução de pequenos saltos. Inserido em um ambiente silvestre, o coelho pode atingir até 70 Km/h, ao ser perseguido por um predador.

O hábitat natural dos coelhos são as matas, onde fazem pequenas tocas no chão ou no tronco das árvores. Podem ser facilmente domesticados, mantendo hábitos diurnos e noturnos. No caso dos coelhos selvagens, naturalmente a maioria dos hábitos é noturno, visto que, neste período, eles sofrem menores riscos de serem pegos pelos seus predadores, principalmente pela onça-pintada.

A expectativa de vida de um coelho doméstico pode chegar a 10 anos, enquanto que um coelho silvestre, apenas 4 anos. Independente da raça, ou hábitat natural de vida, as fêmeas costumam ser maiores que o macho.

Os olhos lateralizados na cabeça permitem ao coelho enxergar melhor os objetos posicionados às suas costas e lado, do que à sua frente. As orelhas compridas podem movimentar-se durante a captação dos sons, assim como o nariz na detecção de cheiros.

Os hábitos alimentares do coelho doméstico incluem consumo de rações, frutas, legumes e feno. 

O feno que o coelho consome também pode ser usado como cama.

Quem cria os coelhos como PETs deve tomar cuidado com a manifestação de doenças como a Tularemia (infecção bacteriana causada pela Francisella tularensis, transmissível ao homem);  e a Mixomatose.

A Mixomatose é causada pelo vírus myxoma, e afeta principalmente a área genital, patas, focinho, e orelhas. As áreas lesionadas formam nódulos subcutâneos gelatinosos. Para evitar qualquer infecção, recomenda-se conversar com o seu veterinário, de modo a conhecer as possíveis medidas preventivas.

Coelho: Símbolo de Fertilidade

Fertilidade do Coelho
Fertilidade do Coelho

Na cultura mundial, o coelho tem um simbolismo muito forte atribuído à fertilidade. Esse simbolismo pode ser observado no meio cristão, no qual, na Páscoa, o coelho representa a vida nova.

O horóscopo chinês usa com frequência arquétipos de animais para retratar qualidades de personalidade. Neste contexto, o coelho representa vinculação à família e coletividade.

Ciclo Reprodutivo e Atividade Sexual do Coelho

Boatos sobre a fertilidade do coelho não são exagero. Este animal tem uma capacidade reprodutiva realmente muito grande. A fêmea pode se reproduzir, em média, de 3 a 6 vezes, durante o ano. Além da gestação ser rápida, 24 horas após o parto, ela já está no cio novamente.

Devido a essa intensa capacidade reprodutiva, mesmo que algumas raças de coelho silvestre estejam sendo caçadas pelo homem, não correm o risco de extinção.

Como Nasce o Coelho? Como são os Primeiros Momentos na Vida de um Filhote?

A coelha tem uma gestação super rápida, que dura em torno de 30 dias, às vezes estendendo-se a 32. Cada gestação dá origem à quantidade de 3 até 12 filhotes.

Ao nascerem, os filhotes não enxergam e não ouvem. Não tem semelhanças a um coelho adulto, visto que não tem pelos. A vulnerabilidade deles, faz com que a fêmea construa um ninho, a partir de um buraco no solo, e os mantenha lá.  Ela cobre o ninho, mantendo-se por perto. O ninho é forrado com capim e pelos do próprio corpo da fêmea.

Com 10 dias de nascidos, os filhotes já conseguem ver e ouvir, e apresentam uma penugem, relativamente densa.

Com 2 semanas de nascidos, os filhotes já apresentam em torno de 10 centímetros de comprimento, deixam o ninho e saem para construir a própria toca, em meio a algumas folhas e ervas altas. Nesse período, eles não precisam mais dos cuidados da mãe.

Aos10 meses de idade, o coelho atinge a fase adulta. Com 1 ano, as fêmeas já são capazes de se reproduzir. No entanto, alguns coelhos de porte médio já são maduros sexualmente aos 4 meses.

Como Cuidar de uma Coelha Doméstica que Esteja Grávida?

Algumas complicações podem surgir durante a gravidez e trabalho de parto de uma coelha, por isso é importante prestar atenção a algumas dicas básicas.

O desconforto da gravidez poderá ser sentido com mais intensidade a partir da segunda semana de gestação, nesse período o peso da coelha aumenta consideravelmente.

Ao aproximar-se da quarta semana, é chegada a hora de preparar o kit de boas-vindas para o filhote, o qual inclui uma caixa de ninho com feno para enchimento e um pano absorvente. Essa caixa deve ser colocada na gaiola da mãe.

Coelha Grávida
Coelha Grávida

Dois a três dias antes do trabalho de parto, a coelha pode complementar o ninho que você feito, arrancando os pelos do próprio corpo.

Durante alguns momentos antes do trabalho de parto é preferível deixar a fêmea sozinha, pois as alterações hormonais podem deixa-la irritada. Assim como durante a gestação, ela pode recusar ser colocada no colo ou acariciada.

Dois dias antes da data prevista para o parto, a dieta pode ser reduzida em 50%, no entanto, a quantidade de água ofertada deve ser mantida.

Geralmente, ninhadas menores (isto é com menos de 4 coelhos) podem estender-se um pouco a gravidez, em média até 32 dias.

Se a fêmea chegou até aos 35 dias sem parir, pode ser necessário levá-la ao veterinário. Se não há certeza da gravidez, aconselha-se realização de palpação e ultrassom. Caso esteja realmente grávida, é aplicado um hormônio artificial para induzir o parto.

Em casos de aborto, o feto deve ser removido o mais rápido possível, de modo a evitar quadros futuros de infecção e infertilidade. Também será preciso investigar as causas do aborto, a começar monitorando a dieta.

Para o momento do trabalho de parto, o mais aconselhável é que seja comprada uma incubadora (disponível em lojas de animais), com uma largura de pelo menos 10 cm. Essa incubadora vai trazer um pouco de conforto aos filhotes, visto que nascem sem pelo, e nos primeiros dias não conseguem regular a própria temperatura. Você também pode construi-la, usando tábuas de compensado novas e limpas.

No momento do parto, verifique se não há elementos que possam estressar a fêmea, como ruídos ou excesso de calor ou frio. Após duas horas do trabalho de parto, ofereça a ela uma alimentação leve.

Combinado?

Agora que você já sabe como nasce o coelho, está preparado para cuidar do seu PET de uma forma ainda melhor.

Se você achou esse artigo útil, não perca tempo e compartilhe-o.

Continue navegando em nosso site e conheça outros artigos também.

Até as próximas leituras.

REFERÊNCIAS

Animal de estimação. Como você vai saber quando o seu coelho está em trabalho de parto. Disponível em : <http://www.226248.com/reptiles-rodents-sma/pet-rabbits/1009032728.html>;

Coelho. Disponível em: <http://animais.culturamix.com/informacoes/mamiferos/pequenos/coelho>;

WikiHow. Como cuidar de uma coelha grávida. Disponível em: <https://pt.wikihow.com/Cuidar-de-uma-Coelha-Gr%C3%A1vida>.

Veja também

Animais em Extinção no Brasil

É fato que o Brasil muitas vezes é reconhecido no exterior por possuir a maior …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *