Home / Animais / Cobras Não Venenosas

Cobras Não Venenosas

Quando se trata de muitas espécies variadas de criaturas na face do nosso planeta, talvez uma das mais temidas seja a cobra.

Para muitos, a própria menção de uma serpente deslizando é o suficiente para mandá-los correr; no entanto, das muitas espécies variadas de cobra que existem em todo o mundo, há muito mais variedades não venenosas do que venenosas.

Neste artigo, vamos cobrir uma série de cobras não venenosas e esperamos mudar de ideia sobre o medo de todas as cobras, se você é um desses ofidiofóbicos (fobia de serpentes) lá fora.

Leia para descobrir por que todas as cobras não foram criadas iguais.

O Básico Sobre Esse Animal

Por definição, uma cobra é um réptil carnívoro alongado que não tem pernas e pertence às serpentes subordens.

Embora muitas vezes confundidos por observadores menos experientes com lagartos sem pernas, as cobras são identificadas pela completa falta de pálpebras e orelhas externas.

Muitas pessoas, no entanto, têm muito medo dessas criaturas para chegar perto o suficiente para fazer essa distinção. As cobras são, na maior parte, vertebrados amnióticos, o que significa que põem ovos que contêm sacos amnióticos.

No entanto, existem algumas espécies de cobras que dão à luz. Isso significa que os seus filhotes ficam na barriga da mãe até estarem formados por completo.

Infelizmente, para aqueles que têm medo de cobras (um medo chamado de ofidiofobia), podem ser encontradas cobras vivendo em todos os continentes do mundo, com exceção da Antártida e de várias ilhas.

Mulher Com Ofidiofobia
Mulher Com Ofidiofobia

Existem atualmente mais de 2.900 espécies diferentes de cobras (no Brasil, existem pelo menos 300 delas) em mais de 450 gêneros. E, enquanto isso afeta os corações dos ofidiofóbicos, é um fato que muitos herpetologistas se perguntam. Por que a cobra é uma criatura tão incrível?

Esta criatura incrivelmente diversificada conseguiu sobreviver aos dinossauros e vive no nosso planeta desde o início do período cretáceo!

Conheça algumas que não possuem veneno e que estão presentes no território brasileiro:

Coral Falsa

A Cobra Coral é venenosa. Em um caso de mimetismo batesiano (copiando a aparência de um animal perigoso), várias espécies de serpentes desenvolveram as faixas vermelhas, amarelas e pretas reconhecíveis ao redor de seu corpo. Pode ser difícil para o leigo distinguir entre a serpente perigosa real e os imitadores.

Aparência da Serpente de Coral: Existem muitos tipos de cobras de corais nas Américas, sendo as mais comuns a Coral Oriental e a Coral Ocidental. As espécies mais comuns no Brasil têm um padrão universal vermelho-amarelo-preto-amarelo.

Nem todas as cobras têm o mesmo esquema de cores, por isso é importante estar familiarizado com as cobras específicas da sua região. Esta cobra é pequena em comparação com outras cobras venenosas. No máximo, um adulto pode medir cerca de 30 centímetros. O corpo colorido é delgado e não tem variação real na largura. A cabeça combina perfeitamente com o corpo sem pescoço distintivo. A cabeça desta espécie de cobra coral é sempre negra.

Cobra Verde

Essa cobra não é um animal perigoso. Ao contrário da crença popular, ela tem veneno. Então, porque ela está na lista? Bem, é porque ela possui um dente inoculador de veneno. Só que, ao contrário de outras espécies, ele fica situado no interior da boca.

Por este motivo é que é muito improvável que alguém leve uma mordida fatal dessa cobra. Na realidade, ela não possui força para dar um bote a ponto de matar um humano. Mas, todo cuidado é pouco.

Seus hábitos são diurnos, onde faz a sua alimentação. Pela coloração natural, há uma dificuldade impressionante de encontrá-las, pois se misturam facilmente com o seu lugar favorito: as árvores.

Alimentam-se de pequenos anfíbios, aves e lagartos com o porte pequeno.

Jiboia

Seu nome é bastante popular. Ela é comum em boa parte do Brasil, em toda a América do Sul e na América Central. Seu tamanho é impressionante, pode chegar aos 4 metros de comprimento!

É comum encontrá-las na água (principalmente na região amazonense), porém, elas possuem hábito arborícola (que vivem nas árvores) assim como a maioria das serpentes não venenosas.

No Brasil, existem duas espécies dessa cobra, uma vive na região ao Norte do país, e outra, entre o centro e o Sul do Brasil. Apenas no sudeste que é mais improvável de você encontrar uma cobra dessas.

Sucuri

Essa cobra é quase que exclusiva da região Norte. Porém, nos pântanos e nos cerrados também é possível encontrá-las. Popularmente conhecida como anaconda, seu tamanho é variável. Geralmente mede 2 metros, mas pode alcançar o dobro disso.

Há uma estimativa de que ela cresce à medida que envelhece. Portanto, quanto mais velha ela for, maior será.

Adoram ficar na água por se alimentarem de peixes, anfíbios e répteis que vivem nesse habitat.

Cobra-Papagaio

Também conhecida como jiboia-verde, possui uma coloração bem verde. Porém, ela se distingue de outras da mesma cor, pois nela, há listras transversais brancas ou amarelas.

Seu corpo é bastante musculoso, lembrando muito uma jiboia. Além dos músculos, sua cabeça triangular se assemelha bastante.

Ela tem hábitos noturnos e sua alimentação é composta de anfíbios, répteis, insetos e aves pequenas.

Uma curiosidade bem interessante é que os seus filhotes nascem vermelhos. A medida que vão crescendo, a tonalidade verde vai aparecendo.

Essas são algumas das cobras que não possuem veneno e que são bastante comuns no Brasil. É importante lembrar que todo cuidado é pouco quando estamos tratando desses animais!

Por mais que não tenham nenhuma toxina debilitante, elas podem ferir uma pessoa!

Veja também

Escorpião Preto Andando em Terras Asiáticas

Habitat do Escorpião Preto: Onde eles Vivem?

Os escorpiões, ao mesmo tempo que parecem ser animais assustadores, são seres fascinantes também. Obviamente …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *