Home / Animais / Cobra Jararaquinha Venenosa?

Cobra Jararaquinha Venenosa?

As cobras são animais que podem causar problemas a homens e também outros animais, porém, isso ocorre normalmente com cobras venenosas que estas é que são perigosas. Dito isso, eu trouxe hoje informações sobre as cobras venenosas e não venenosas para que possamos ter um pouco mais de tranquilidade ao nos depararmos com esse animal. Além de apresentar as características das cobras, tirarei uma dúvida muito frequente que é: a cobra jararaquinha é venenosa? Vamos ver!

Um Pouco Sobre as Cobras venenosas

Algumas características possíveis de observar é que elas possuem a cabeça triangular, a qual se destaca do corpo, além disso, ela possui escamas menores. As pupilas são apresentadas verticalmente e estreitas. Além disso, um ponto importante a observar ainda na cabeça é a presença da fosseta lacrimal, que fica entre o olho e a narina da cobra.

No restante do corpo, as escamas são apresentadas mais compridas, pontudas e ásperas, dando um aspecto sem brilho a cobra. A cauda deste animal também é mais distinta do restante do corpo, assim como a cabeça, pois ele se afina rapidamente e apresenta o chocalho, o qual pode ser visto na cascavel, diferentemente da surucucu que apresenta um esporão.

Essas cobras têm hábitos noturnos e são vagarosas, além disso, elas dão bote quando se sentem provocadas ou mesmo quando estão caçando. Essas podem ser características similares a todas as cobras, mas existem as exceções, as quais é preciso conhecer também, aqui no canal, você pode encontrar um artigo detalhado sobre as mambas-negras.

Mamba Negra
Mamba Negra

As cobras venenosas são divididas em dois grupos com base no perigo que elas oferecem as demais espécies de animais, as quais podemos definir da seguinte forma:

  • Cobras com presas definidas – esse grupo é de extremo perigo, o qual deve ser muito bem analisado. Elas possuem suas presas bem definidas, as quais ao picar a vítima, injetam o seu veneno. Algumas das cobras que estão neste grupo são a surucucu, a jararaca e a cascavel.
  • Cobras sem presas definidas – estas raramente envenenam animais domésticos e homens, isso pelo fato de não possuir os dentes apropriados para inocular o veneno. Alguns exemplos que podemos citar são as cobras coral, a cobra boipeva e a muçurana, dentre outras.

Um pouco Sobre as Cobras Não-Venenosas

Diferentemente das cobras venenosas, estas apresentam a cabeça mais alongada, de forma a não se destacar do corpo, ela é coberta de placas e não de escamas. Seus olhos são grandes e possuem as pupilas circulares, e o mais importante, elas não apresentam as fossetas lacrimais, como as apresentadas nas cobras venenosas. Suas escamas são achatadas, dando às cobras um brilho e um aspecto liso e escorregadio. Elas são também ovíparas.

Estas cobras são de hábitos diurnos, ágeis e muito espertas. Elas não são de dar bote e fogem quando são provocadas. Claro que nem todas são iguais, ocorrendo exceções na natureza, como é o caso da sucuri e da jiboia, que não são venenosas, mas possuem a cabeça destacada do corpo, já com relação a surucucu, que é uma das mais perigosas, é ovípara. As cobras não venenosas ainda podem ser subdividas em grupos de espécies que são grandes, que são subterrâneas, pequenas e subterrâneas, e também cobras aquáticas.

Vamos Falar Sobre o Veneno Agora!

O veneno das cobras é um liquido incolor, podendo ainda ser amarelo, grosso e também ácido. Cada tipo de veneno possui muitas vezes áreas específicas de atuação, de forma que alguns dos venenos tem propriedades que atacam diretamente o sangue, outros tipos atacam os nervos e outros que atacam ambos ao mesmo tempo.

A quantidade de veneno pode variar de acordo com a espécie da cobra, assim como também a sua idade, seu tamanho, região que vive, dentre outras informações. Dito isso, as que masis produzem veneno são as cobras surucucu e a jararacuçu, que uma quantidade de veneno que pode variar entre 5 e 6cc, sendo que a quantidade média entre as cobras é de 1cc. Uma observação que podemos levantar é que as cobras mais venenosas e produzem mais venenos são encontradas em zonas mais quentes.

A Cobra Jararaquinha é Venenosa?

A jararaquinha dormideira, conhecida também como cobra papa-lesma, ela “tenta” apresentar semelhanças com relação à uma jararaca, o que não é possível, por vários fatores, porém, o mais importante para todos é com relação ao veneno. As cobras do gênero bothrops, são cobras que recebem o nome de Jararaca, e as quais são famosas por causarem graves acidentes a humanos. O tamanho dessas cobras pode chegar a até 60 cm.

Pela falta de conhecimento por nossa parte sobre as cobras, temos medo de qualquer tipo de cobra, de forma que ao ver uma, muitas pessoas procuram logo matar o animal. O que é errado, pois este e qualquer outro tipo de animal é útil para manter o ecossistema em equilíbrio.

A cobra jararaquinha dormideira é de fácil percepção principalmente pela sua coloração. Elas são confundidas com cobras realmente perigosas, e venenosas. Ao contrário do que se imagina, a cobra jararaquinha é extremamente inofensiva, sendo elas dóceis e não peçonhentas, além de tudo isso, o alimento principal delas é baseado no consumo de lesmas.

Jararaquinha Comendo Lesma
Jararaquinha Comendo Lesma

Esta é a primeira das diferenças que podem ser vistas entre uma jararaca e a jararaquinha, a qual ainda pode ser acrescentada outras diferenças como as suas manchas e a fosseta loreal. Sendo que as manchas da jararaquinha são apresentadas com formas retangulares nas dormideiras, além de que elas são negras ao longo de todo o corpo. Com relação a fosseta loreal, pode-se dizer que é o órgão termo-receptor, localizado entre os olhos e as narinas do animal. A fosseta loreal é apresentado apenas em cobras que são realmente venenosas, sendo este presente nas Jararacas, e não sendo apresentadas nas jararaquinhas dormideiras.

Com as informações passadas, temos então que a cobra jararaquinha dormideira, além de se alimentar de lesmas, o que favorece suas plantações, pois ela está regulando o ambiente, ela não é nem de longe venenosa. Espero que tenha ficado claro com relação a essas cobras que trazem mais benefícios a natureza do que possamos imaginar, e ao ver uma dessas, não mate! Até a próxima!

Veja também

Queimadura de Piolho de Cobra

A Lei da Selva Desde de que a vida surgiu no planeta Terra, há 3,5 …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *