Home / Animais / Aranhas Gigantes da Austrália

Aranhas Gigantes da Austrália

A aranha Huntsman (“caçadora”) é uma aranha gigante da Austrália, pertencente à família Sparassidae, com um comprimento total que ultrapassa os 30 cm.

Todo esse tamanho – é bom que se diga – é devido à extensão das suas patas que, curiosamente, representam praticamente todo o seu comprimento.

A Huntsman não é perigosa (possui um veneno quase inofensivo). Ela é famosa por habitar grutas, fendas e cavernas, onde costuma caçar suas presas favoritas, entre as quais, rãs, gafanhotos, grilos, baratas, louva-a-deus, entre outros insetos e anfíbios de pequeno porte.

Essa espécie tem uma cor que mescla o negro com o amarelo meio acastanhado, e foi catalogada pela primeira vez pelo botânico e naturalista Peter Jaeger, que no início dos anos 2000 descobriu essa ilustre representante da família Sparassidae em cavernas do setor rural de Laos, no Sudeste Asiático.

A aranha Huntsman é uma digna representante das aranhas gigantes da Austrália, que na verdade é considerada o maior aracnídeo (em envergadura) do mundo – uma verdadeira “máquina de caçar”, que possui a peculiar característica de não construir teias para a captura das suas presas. Nada disso! Elas simplesmente saem à caça, bravas e destemidas, em busca das espécies de insetos e anfíbios que mais apreciam.

Como vimos, a aranha Huntsman possui um veneno bastante discreto, que não chega a causar a morte da sua vítima. Mas, no entanto, pode causar dor, inchaço e vermelhidão – e até mesmo, como em alguns casos relatados, sintomas como: dor de cabeça, náuseas, fraqueza, vômitos, entre outros sintomas de menor intensidade.

A Maior Entre as Aranhas Gigantes da Austrália

Essa assustadora aranha gigante australiana também é conhecida, em algumas regiões da Austrália, como “aranha-caranguejo” ou “aranha-caçadora-australiana”. Acredita-se que ela foi parar na Austrália (onde encontrou o seu habitat preferido) quase que por acaso, supostamente escondida em caixas e conteiners com produtos importados da Ásia.

Apesar de ser encontrada com facilidade somente na Austrália, existem alguns relatos de espécies avistadas em alguns estados americanos, como a Califórnia e o Texas. E sempre com a característica de uma aranha gigante, inofensiva e com patas de uma extensão inigualável na natureza.

Talvez uma das principais características das aranhas Huntsman seja a de darem preferência a locais onde elas encontrem fendas, grutas, cavernas, entre outros acidentes geográficos semelhantes. Por isso mesmo, elas são mais encontradas em regiões do país com a característica de possuir esse tipo de formação rochosa.

Mas outra característica que também diz muito sobre esse animal, é o fato de elas terem se tornado uma espécie de parceiras de muitos fazendeiros, devido ao seu apetite quase insaciável por espécies como rãs, gafanhotos, cigarras, baratas, grilos, entre outras pragas que costumam ser um tormento na vida do homem do campo.

Essas pragas não conseguem opor a menor resistência à velocidade das aranhas Huntsman, que utilizam-se (e muito bem!) do privilégio que possuem de ter pernas incrivelmente extensas e que alcançam as suas presas em questão de segundos, para logo após inoculá-las um veneno que, para esses animais de pequeno porte, é praticamente uma sentença de morte.

Curiosidades sobre a Aranha Gigante Australiana

Uma das principais armas secretas das aranhas Huntsman é justamente a sua coloração. Com uma cor que varia entre o amarelo, pardo, marrom e com algumas partes negras, elas conseguem camuflar-se facilmente nas fendas de grutas, cavernas, paredões, pilhas de lenhas, caixotes e móveis de madeira – onde, na verdade, elas quase tomam as suas formas.

Outra curiosidade são alguns dos apelidos que essa aranha gigante da Austrália acabou ganhando devido ao seu hábito, bastante comum, de se acomodar, confortavelmente, entre pilhas, folhagens e restos de madeira.

Elas são as “aranhas-da-banana”, por exemplo – devido à sua preferência por serem confortavelmente transportadas em caixotes de bananas que são vendidas nas feiras. Mas elas também podem ser as “aranhas-de-madeira”, por de vez em quando serem descobertas distraidamente descansando em pilhas de madeiras, restos de caixotes, ou mesmo em árvores e troncos secos.

Aranha Huntsman
Aranha Huntsman

Sem contar o seu curioso apelido de “aranha-caranguejo”, uma alusão, obviamente, às suas imensas pernas, mas também à forma com que se locomovem semelhantemente ao famoso crustáceo.

Completa essas suas principais características, uma capacidade visual invejável, que a faz preferir a noite, ao invés do dia, para sair à caça da suas presas favoritas, que são avistadas a alguns metros de distância.

Presas, essas, que não conseguem opor a menor resistência à sua incrível velocidade, auxiliada pelas eficientes articulações das suas imensas patas, para culminar com a inoculação de um veneno que imobiliza completamente a vítima, e a torna uma presa fácil para os seus poderosos maxilares.

As Aranhas Huntsman são Perigosas?

Essas aranhas gigantes australianas não são perigosas. Apesar de possuir veneno, ele não oferece risco de morte para os humanos. Os seus sintomas não ultrapassam uma sensação de dormência local, dor, edema, vermelhidão, entre outros sintomas simples.

Para os seres humanos, as Huntsman possuem como principal arma o medo! Isso porque, apesar de inofensiva, a sua aparência física costuma causar, à primeiras vista, um pânico difícil de descrever.

Tanto é assim, que as ocorrências com essas espécies geralmente estão relacionadas com descuidos, como quando, inadvertidamente, um indivíduo manipula caixotes, restos de madeira, pilhas de lenhas, entre outros resíduos onde elas têm o hábito de se esconder.

Ou então quando elas, não se sabe bem por quê, simplesmente surgem, aterradoramente, na porta da sua casa, em plena noite, como se fora algum tipo de presságio sombrio.

Como aconteceu em Queensland (um dos estados australianos), quando um casal, distraidamente preparando o jantar, simplesmente deu de cara com uma imensa aranha Huntsman com mais de 30 cm de envergadura, silenciosamente fixada na porta de vidro da cozinha.

A primeira reação do casal foi tentar espantá-la, de todas as formas possíveis, mas conseguiram apenas deixá-la ainda mais irritada – obviamente – e ainda mais assustadora do que antes.

Ao final de alguns minutos, por livre e espontânea vontade, a aranha simplesmente deslizou até o chão e foi embora.

Mas apesar de nunca mais ter aparecido, o que tudo indica é que a fera ainda continua morando ali, no jardim do casal, silenciosamente, sempre à espreita; só esperando mesmo uma outra oportunidade para “dar o ar de sua graça.”

Agora fique à vontade para deixar a sua opinião sobre esse artigo em um comentário, logo abaixo. E não deixe de compartilhar os nossos conteúdos.

Veja também

Como Eliminar Escorpiões? Armadilhas Para Escorpiões

Habitantes de desertos, savanas ou florestas, às vezes até hospedeiros de nossas casas, símbolos mitológicos …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *