Home / Animais / Animais Terrestres em Extinção no Brasil

Animais Terrestres em Extinção no Brasil

A extinção leva uma infinidade de espécies a cada ano no mundo todo. Aqui no Brasil, a atividade humana principalmente, e especialmente na mata atlântica, também tem ameaçado inúmeras espécies com extinção, infelizmente.

Ainda há Tempo de Salvar?

A fauna e a flora mundial estão hoje mais ameaçadas do que nunca antes. Mais de 8.000 plantas e animais estão listados como ameaçados na Lista Vermelha da União Internacional para a Conservação da Natureza. Isso nem inclui aqueles que estão ameaçados ou criticamente ameaçados, o que significa que existem milhares mais. A lista de espécies ameaçadas aumentou mais de duas vezes nas últimas duas décadas. Embora pareça haver problemas mais prementes, cabe aos humanos salvar espécies ameaçadas e é imperativo fazê-lo agora.

Muitas vezes, as pessoas olham para essa questão como uma tentativa para que as pessoas que amam os animais mantenham os bonitinhos ou exóticos por perto. Ou, em outros casos, eles vêem isso como um problema que não os afeta diretamente. No entanto, na verdade, a questão das espécies ameaçadas afeta as massas a longo prazo. Isso é conhecido como a tragédia dos comuns . Salvar animais da lista de espécies ameaçadas é necessário para nossa sociedade coletiva e para o funcionamento de nossas comunidades.

Pesquisadores provaram que diversos ecossistemas promovem produtividade porque eles contêm espécies chave que têm grande influência na produtividade, e diferenças em características funcionais entre organismos aumentam a captura total de recursos. Assim, assegurando que plantas e animais em extinção não corram mais risco de extinção, os seres humanos terão assegurados um ecossistema totalmente funcional e diversificado que promove a produtividade.

Os benefícios de ajudar espécies em extinção e ameaçadas são claros, mas a implementação de uma maneira bem-sucedida de combater o problema é a tarefa mais difícil. Criar um sistema legal melhor para acabar com a caça furtiva e se concentrar na conservação de habitats é a solução mais promissora para evitar a ameaça às espécies. Embora possa haver outros métodos possíveis para lidar com esse problema, esses dois cursos de ação são os mais realistas.

A caça ilegal, também conhecida como caça furtiva, é comum em áreas com fraca aplicação da lei. Precisamos de uma aplicação da lei mais forte, porque as leis estão sendo ignoradas. Aumentar o número de pessoas que protegem espécies ameaçadas poderia ajudar significativamente esse problema. Outra maneira de acabar com este problema seria enfatizar a conservação dos habitats das espécies e diminuir as taxas de poluição.

A poluição afeta mais do que espécies ameaçadas. Então, dobrando as leis de poluição e fiscalização, humanos, clima, atmosfera, plantas e animais seriam beneficiados. Também precisamos nos concentrar na conservação de habitats. Este é um argumento mais difícil, já que o crescimento econômico e social depende da expansão do uso da terra e dos recursos, mas também temos que priorizar nossas plantas e animais. Colocar limites legais em nossa expansão e preservação de parques nacionais é uma necessidade.

Embora salvar todas as plantas e animais da lista de espécies ameaçadas possa não ser possível no momento, começar a colocar um ponto final na lista é imperativo. No final, a conservação de habitats e o aperfeiçoamento das questões de poluição e caça furtiva serão a chave para acabar com a ameaça às espécies. Nossa sociedade precisa entender a importância de consertar isso, caso contrário, a lista de espécies ameaçadas continuará a crescer e a extinção será inevitável. Afinal de contas, todos nós estamos apenas tentando sobreviver neste planeta. Podemos também garantir que todas as espécies tenham essa chance.

Espécies Extintas a Muito Tempo

Biotocus turbinatus, ou tomigerus turbinatus, era uma espécie de caracol terrestre, um gastrópode da família odontostomidae. Aparentemente só existia no Brasil, mas não existe mais.

Biotocus Turbinatus
Biotocus Turbinatus

Digerus gibberulus, outra espécie extinta de caracol terrestre, molusco gastrópode pulmonado da família odontostomidae que parece ter sido extinto do Brasil, de onde também era endêmico.

Megadytes ducalis, um escravelho com pouco menos de cinco centímetros de comprimento da família dytiscidae. A espécie é conhecida apenas a partir de um único espécime que foi coletado em 1800 a partir de uma localidade desconhecida no Brasil, embora rumores indiquem que foi encontrado no fundo de uma canoa na Amazônia. Mas como não há mais nenhum registro de sobrevivência da espécie desde então, é considerado extinto.

Megadytes Ducalis
Megadytes Ducalis

Megalobulimus cardosoi é mais uma espécie extinta de caracol terrestre, molusco gastrópode da família strophocheilidae que era considerada endêmica no Brasil e não existe mais.

Vespuccii noronhomys vespuccii, também conhecido como roedor de Vespucci, é uma espécie extinta de roedor das ilhas de Fernando de Noronha do nordeste do Brasil. O explorador italiano Amerigo Vespucci pode tê-lo visto em uma visita a Fernando de Noronha em 1503, mas posteriormente foi extinto. Numerosos restos fósseis fragmentários do animal de idade incerta, mas provavelmente holocênica, foram descobertos em 1973 e descritos em 1999.

Roedor de Vespucci
Roedor de Vespucci

Phrynomedusa fimbriata é uma espécie de sapo extinto. Era endêmico no Brasil, onde o único espécime conhecido foi descoberto perto de Paranapiacaba, no estado de São Paulo . A localidade do tipo foi dada como nativa do “Alto da Serra”. Talvez ainda exista, mas o último registro é de 1898 e nenhum rastro de quaisquer novos indivíduos foi descoberto em expedições sucessivas.

A Tendência é Piorar

Mais de um quinto da Floresta Amazônica no Brasil foi completamente destruído, e mais de 70 mamíferos estão em perigo. A ameaça de extinção vem de várias fontes, incluindo desmatamento e caça furtiva. A extinção é ainda mais problemática na Mata Atlântica, onde quase 93% da floresta foi desmatada. Dos 202 animais ameaçados de extinção no Brasil, 171 estão na Mata Atlântica.

Atualmente, 15,8 milhões de acres de ecossistema tropical foram completamente eliminados para a produção agrícola de cana-de-açúcar para produção de etanol. E mais 4,5 milhões de acres estão previstos para serem plantados nos próximos quatro anos. Cerca de 70 a 85% da energia de transporte do Brasil é derivada do etanol, ou várias misturas de etanol e combustíveis derivados do petróleo. Apenas cerca de 15 a 20% vem do petróleo importado. Este massivo programa nacional de biocombustível tem devastado a diversidade da fauna tropical e o clima, bem como o meio ambiente global. Com a aquisição da BioEnergia, a BP (British Petroleum) planeja expandir ainda mais o programa brasileiro de etanol.

A Lista Atual de Extintos

Segue abaixo a lista atualizada em 2014 de animais já considerados extintos na vida terrestre do território brasileiro. Esta lista não inclui aves e nem animais marinhos, apenas os de vida terrestre ou semi aquática:

Répteis 

  1. Bothrops Alcatraz

    Bothrops Alcatraz
    Bothrops Alcatraz
  2. Peltocephalus Dumerilianus

    Peltocephalus Dumerilianus
    Peltocephalus Dumerilianus
  3. Melanosuchus Niger

    Melanosuchus Niger
    Melanosuchus Niger
  4. Geochelone Denticulata

    Geochelone Denticulata
    Geochelone Denticulata
  5. Phrynops Hogei

    Phrynops Hogei
    Phrynops Hogei
  6. Hydromedusa Maximiliani

    Hydromedusa Maximiliani
    Hydromedusa Maximiliani
  7. Caiman Latirostris

    Caiman Latirostris
    Caiman Latirostris
  8. Trachemys Adiutrix

    Trachemys Adiutrix
    Trachemys Adiutrix
  9. Liophis Atraventer

    Liophis Atraventer
    Liophis Atraventer
  10. Bothrops Insularis

    Bothrops Insularis
    Bothrops Insularis
  11. Liolaemus Occipitalis

    Liolaemus Occipitalis
    Liolaemus Occipitalis
  12. Bothrops Pirajai

    Bothrops Pirajai
    Bothrops Pirajai
  13. Podocnemis Erythrocephala

    Podocnemis Erythrocephala
    Podocnemis Erythrocephala
  14. Podocnemis Sextuberculata

    Podocnemis Sextuberculata
    Podocnemis Sextuberculata
  15. Podocnemis Expansa

    Podocnemis Expansa
    Podocnemis Expansa
  16. Podocnemis Unifilis

    Podocnemis Unifilis
    Podocnemis Unifilis
  17. Calamodontophis Sp. Nov

    Calamodontophis Sp. Nov
    Calamodontophis Sp. Nov
  18. Calamodontophis Paucidens

    Calamodontophis Paucidens
    Calamodontophis Paucidens
  19. Anisolepis Undulatus

    Anisolepis Undulatus
    Anisolepis Undulatus
  20. Liolaemus Lutzae

    Liolaemus Lutzae
    Liolaemus Lutzae

Mexilhão

  1. Castalia Martensi

    Castalia Martensi
    Castalia Martensi
  2. Diplodon Expansus

    Diplodon Expansus
    Diplodon Expansus
  3. Diplodon Dunkerianus

    Diplodon Dunkerianus
    Diplodon Dunkerianus
  4. Diplodon Pfeifferi

    Diplodon Pfeifferi
    Diplodon Pfeifferi
  5. Diplodon Fontaineanus

    Diplodon Fontaineanus
    Diplodon Fontaineanus

Insetos 

  1. Arawacus Aethesa

    Arawacus Aethesa
    Arawacus Aethesa
  2. Cyanophrys Bertha

    Cyanophrys Bertha
    Cyanophrys Bertha
  3. Parides Ascanius

    Parides Ascanius
    Parides Ascanius
  4. Joiceya Praeclarus

    Joiceya Praeclarus
    Joiceya Praeclarus
  5. Macrodontia Cervicornis

    Macrodontia Cervicornis
    Macrodontia Cervicornis
  6. Mecistogaster Pronoti

    Mecistogaster Pronoti
    Mecistogaster Pronoti
  7. Mecistogaster Asticta

    Mecistogaster Asticta
    Mecistogaster Asticta
  8. Heliconius Nattereri

    Heliconius Nattereri
    Heliconius Nattereri
  9. Nirodia Belphegor

    Nirodia Belphegor
    Nirodia Belphegor
  10. Eurytides Iphitas

    Eurytides Iphitas
    Eurytides Iphitas

Caramujos

  1. Drymaeus Henseli

    Drymaeus Henseli
    Drymaeus Henseli
  2. Drymaeus Acervatus

    Drymaeus Acervatus
    Drymaeus Acervatus
  3. Gonyostomus Gonyostomus

    Gonyostomus Gonyostomus
    Gonyostomus Gonyostomus
  4. Gonyostomus Insularis

    Gonyostomus Insularis
    Gonyostomus Insularis
  5. Hirinaba Curytibana

    Hirinaba Curytibana
    Hirinaba Curytibana
  6. Megalobulimus Proclivis

    Megalobulimus Proclivis
    Megalobulimus Proclivis
  7. Megalobulimus Parafragilior

    Megalobulimus Parafragilior
    Megalobulimus Parafragilior
  8. Megalobulimus Lopesi

    Megalobulimus Lopesi
    Megalobulimus Lopesi
  9. Megalobulimus Grandis

    Megalobulimus Grandis
    Megalobulimus Grandis
  10. Megalobulimus Fragilion

    Megalobulimus Fragilion
    Megalobulimus Fragilion
  11. Ptychodon Schuppi

    Ptychodon Schuppi
    Ptychodon Schuppi
  12. Radioconus Goeldi

    Radioconus Goeldi
    Radioconus Goeldi
  13. Radioconus Compactus

    Radioconus Compactus
    Radioconus Compactus
  14. Radioconus Amdenus

    Radioconus Amdenus
    Radioconus Amdenus
  15. Zilchogyra Paulistana

    Zilchogyra Paulistana
    Zilchogyra Paulistana

Anfíbios 

  1. Adelophryne Maranguapensis

    Adelophryne Maranguapensis
    Adelophryne Maranguapensis
  2. Adelophryne Baturitensis

    Adelophryne Baturitensis
    Adelophryne Baturitensis
  3. Allobates Olfersioides

    Allobates Olfersioides
    Allobates Olfersioides
  4. Allobates Subfolionidificans

    Allobates Subfolionidificans
    Allobates Subfolionidificans
  5. Aplastodiscus Eugenioi

    Aplastodiscus Eugenioi
    Aplastodiscus Eugenioi
  6. Crossodactylodes Bokermanni

    Crossodactylodes Bokermanni
    Crossodactylodes Bokermanni
  7. Bokermannohyla Izecksohni

    Bokermannohyla Izecksohni
    Bokermannohyla Izecksohni
  8. Bokermannohyla Vulcaniae

    Bokermannohyla Vulcaniae
    Bokermannohyla Vulcaniae
  9. Odontophrynus Moratoi

    Odontophrynus Moratoi
    Odontophrynus Moratoi
  10. Cycloramphus Brasiliensis

    Cycloramphus Brasiliensis
    Cycloramphus Brasiliensis
  11. Thoropa Saxatilis

    Thoropa Saxatilis
    Thoropa Saxatilis
  12. Cycloramphus Semipalmatus

    Cycloramphus Semipalmatus
    Cycloramphus Semipalmatus
  13. Hypsiboas Cymbalum

    Hypsiboas Cymbalum
    Hypsiboas Cymbalum
  14. Dendrophryniscus Carvalhoi

    Dendrophryniscus Carvalhoi
    Dendrophryniscus Carvalhoi
  15. Chiasmocleis Carvalhoi

    Chiasmocleis Carvalhoi
    Chiasmocleis Carvalhoi
  16. Aplastodiscus Cavicola

    Aplastodiscus Cavicola
    Aplastodiscus Cavicola
  17. Cycloramphus Faustoi

    Cycloramphus Faustoi
    Cycloramphus Faustoi
  18. Pleurodema Bibroni

    Pleurodema Bibroni
    Pleurodema Bibroni
  19. Hypsiboas Cipoensis

    Hypsiboas Cipoensis
    Hypsiboas Cipoensis
  20. Ischnocnema Oea

    Ischnocnema Oea
    Ischnocnema Oea
  21. Ischnocnema Manezinho

    Ischnocnema Manezinho
    Ischnocnema Manezinho
  22. Ischnocnema Epipeda

    Ischnocnema Epipeda
    Ischnocnema Epipeda
  23. Holoaden Bradei

    Holoaden Bradei
    Holoaden Bradei
  24. Xenohyla Truncata

    Xenohyla Truncata
    Xenohyla Truncata
  25. Crossodactylodes Izecksohni

    Crossodactylodes Izecksohni
    Crossodactylodes Izecksohni
  26. Euparkerella Robusta

    Euparkerella Robusta
    Euparkerella Robusta
  27. Hemiphractus Johnsoni

    Hemiphractus Johnsoni
    Hemiphractus Johnsoni
  28. Thoropa Lutzi

    Thoropa Lutzi
    Thoropa Lutzi
  29. Melanophryniscus Moreirae

    Melanophryniscus Moreirae
    Melanophryniscus Moreirae
  30. Melanophryniscus Admirabilis

    Melanophryniscus Admirabilis
    Melanophryniscus Admirabilis
  31. Melanophryniscus Dorsalis

    Melanophryniscus Dorsalis
    Melanophryniscus Dorsalis
  32. Melanophryniscus Montevidensis

    Melanophryniscus Montevidensis
    Melanophryniscus Montevidensis
  33. Ceratophrys Ornata

    Ceratophrys Ornata
    Ceratophrys Ornata
  34. Atelopus Spumarius

    Atelopus Spumarius
    Atelopus Spumarius
  35. Proceratophrys Bigibbosa

    Proceratophrys Bigibbosa
    Proceratophrys Bigibbosa
  36. Thoropa Petropolitan

    Thoropa Petropolitana
    Thoropa Petropolitana
  37. Elachistocleis Erythrogaster

    Elachistocleis Erythrogaster
    Elachistocleis Erythrogaster
  38. Phyllomedusa Ayeaye

    Phyllomedusa Ayeaye
    Phyllomedusa Ayeaye
  39. Cycloramphus Acangatan

    Cycloramphus Acangatan
    Cycloramphus Acangatan
  40. Dasypops Schirchi

    Dasypops Schirchi
    Dasypops Schirchi
  41. Oreophrynella Quelchii

    Oreophrynella Quelchii
    Oreophrynella Quelchii
  42. Rupirana Cardosoi

    Rupirana Cardosoi
    Rupirana Cardosoi
  43. Phrynomedusa Appendiculata

    Phrynomedusa Appendiculata
    Phrynomedusa Appendiculata
  44. Physalaemus Soaresi

    Physalaemus Soaresi
    Physalaemus Soaresi
  45. Crossodactylus Schmidti

    Crossodactylus Schmidti
    Crossodactylus Schmidti
  46. Scinax Trapicheiroi

    Scinax Trapicheiroi
    Scinax Trapicheiroi
  47. Scinax Peixotoi

    Scinax Peixotoi
    Scinax Peixotoi
  48. Scinax Faivovichi

    Scinax Faivovichi
    Scinax Faivovichi
  49. Scinax Alcatraz

    Scinax Alcatraz
    Scinax Alcatraz
  50. Euparkerella Tridactyla

    Euparkerella Tridactyla
    Euparkerella Tridactyla
  51. Melanophryniscus Macrogranulosus

    Melanophryniscus Macrogranulosus
    Melanophryniscus Macrogranulosus
  52. Physalaemus Atlanticus

    Physalaemus Atlanticus
    Physalaemus Atlanticus
  53. Aplastodiscus Weygoldti

    Aplastodiscus Weygoldti
    Aplastodiscus Weygoldti

Mamíferos

  1. Callicebus Personatus

    Callicebus Personatus
    Callicebus Personatus
  2. Cacajao Ayresi

    Cacajao Ayresi
    Cacajao Ayresi
  3. Cacajao Calvus

    Cacajao Calvus
    Cacajao Calvus
  4. Chiropotes Satanas

    Chiropotes Satanas
    Chiropotes Satanas
  5. Saimiri Vanzolinii

    Saimiri Vanzolinii
    Saimiri Vanzolinii
  6. Callibella Humilis

    Callibella Humilis
    Callibella Humilis
  7. Ateles Chamek

    Ateles Chamek
    Ateles Chamek
  8. Callicebus Nigrifrons

    Callicebus Nigrifrons
    Callicebus Nigrifrons
  9. Saguinus Niger

    Saguinus Niger
    Saguinus Niger
  10. Cacajao Melanocephalus

    Cacajao Melanocephalus
    Cacajao Melanocephalus
  11. Cebus Nigritus

    Cebus Nigritus
    Cebus Nigritus
  12. Callicebus Barbarabrownae

    Callicebus Barbarabrownae
    Callicebus Barbarabrownae
  13. Cebus Flavius

    Cebus Flavius
    Cebus Flavius
  14. Rhagomys Rufescens

    Rhagomys Rufescens
    Rhagomys Rufescens
  15. Natalus Espiritosantensis

    Natalus Espiritosantensis
    Natalus Espiritosantensis
  16. Tolypeutes Tricinctus

    Tolypeutes Tricinctus
    Tolypeutes Tricinctus
  17. Bradypus Torquatus

    Bradypus Torquatus
    Bradypus Torquatus
  18. Cebus Xanthosternos

    Cebus Xanthosternos
    Cebus Xanthosternos
  19. Callithrix Flaviceps

    Callithrix Flaviceps
    Callithrix Flaviceps
  20. Speothos Venaticus

    Speothos Venaticus
    Speothos Venaticus
  21. Juliomys Rimofrons

    Juliomys Rimofrons
    Juliomys Rimofrons
  22. Callicebus Melanochir

    Callicebus Melanochir
    Callicebus Melanochir
  23. Callicebus Coimbrai

    Callicebus Coimbrai
    Callicebus Coimbrai
  24. Lagothrix Lagotricha

    Lagothrix Lagotricha
    Lagothrix Lagotricha
  25. Puma Concolor

    Puma Concolor
    Puma Concolor
  26. Cebus Robustus

    Cebus Robustus
    Cebus Robustus
  27. Lonchophylla Dekeyseri

    Lonchophylla Dekeyseri
    Lonchophylla Dekeyseri
  28. Trinomys Eliasi

    Trinomys Eliasi
    Trinomys Eliasi
  29. Monodelphis Umbristriata

    Monodelphis Umbristriata
    Monodelphis Umbristriata
  30. Kunsia Fronto

    Kunsia Fronto
    Kunsia Fronto
  31. Leopardus Geoffroyi

    Leopardus Geoffroyi
    Leopardus Geoffroyi
  32. Lagothrix Cana

    Lagothrix Cana
    Lagothrix Cana
  33. Myrmecophaga Tridactyla

    Myrmecophaga Tridactyla
    Myrmecophaga Tridactyla
  34. Priodontes Maximus

    Priodontes Maximus
    Priodontes Maximus
  35. Phyllomys Thomasi

    Phyllomys Thomasi
    Phyllomys Thomasi
  36. Pteronura Brasiliensis

    Pteronura Brasiliensis
    Pteronura Brasiliensis
  37. Callimico Goeldii

    Callimico Goeldii
    Callimico Goeldii
  38. Proechimys Goeldii

    Proechimys Goeldii
    Proechimys Goeldii
  39. Leontopithecus Rosalia

    Leontopithecus Rosalia
    Leontopithecus Rosalia
  40. Saimiri Ustus

    Saimiri Ustus
    Saimiri Ustus
  41. Leontopithecus Chrysomelas

    Leontopithecus Chrysomelas
    Leontopithecus Chrysomelas
  42. Leontopithecus Chrysopygus

    Leontopithecus Chrysopygus
    Leontopithecus Chrysopygus
  43. Mico Leucippe

    Mico Leucippe
    Mico Leucippe
  44. Wilfredomys Oenax

    Wilfredomys Oenax
    Wilfredomys Oenax
  45. Ateles Paniscus

    Ateles Paniscus
    Ateles Paniscus
  46. Calomys Hummelincki

    Calomys Hummelincki
    Calomys Hummelincki
  47. Panthera Onca

    Panthera Onca
    Panthera Onca
  48. Cebus Kaapori

    Cebus Kaapori
    Cebus Kaapori
  49. Thylamys Karimii

    Thylamys Karimii
    Thylamys Karimii
  50. Pontoporia Blainvillei

    Pontoporia Blainvillei
    Pontoporia Blainvillei
  51. Ctenomys Lami

    Ctenomys Lami
    Ctenomys Lami
  52. Hylaeamys Laticeps

    Hylaeamys Laticeps
    Hylaeamys Laticeps
  53. Neonycteris Pusilla

    Neonycteris Pusilla
    Neonycteris Pusilla
  54. Leopardus Tigrinus

  55. Ateles Belzebuth

    Ateles Belzebuth
    Ateles Belzebuth
  56. Thylamys Macrurus

    Thylamys Macrurus
    Thylamys Macrurus
  57. Lontra Longicaudis

    Lontra Longicaudis
    Lontra Longicaudis
  58. Phyllomys Lundi

    Phyllomys Lundi
    Phyllomys Lundi
  59. Chrysocyon Brachyurus

    Chrysocyon Brachyurus
    Chrysocyon Brachyurus
  60. Phyllomys Mantiqueirensis

    Phyllomys Mantiqueirensis
    Phyllomys Mantiqueirensis
  61. Leopardus Wiedii

    Leopardus Wiedii
    Leopardus Wiedii
  62. Blastocerus Dichotomus

    Blastocerus Dichotomus
    Blastocerus Dichotomus
  63. Euryoryzomys Lamia

    Euryoryzomys Lamia
    Euryoryzomys Lamia
  64. Trinomys Moojeni

    Trinomys Moojeni
    Trinomys Moojeni
  65. Cacajao Hosomi

    Cacajao Hosomi
    Cacajao Hosomi
  66. Brachyteles Hypoxanthus

    Brachyteles Hypoxanthus
    Brachyteles Hypoxanthus
  67. Leopardus Pardalis

    Leopardus Pardalis
    Leopardus Pardalis
  68. Dinomys Branickii

    Dinomys Branickii
    Dinomys Branickii
  69. Callistomys Pictus

    Callistomys Pictus
    Callistomys Pictus
  70. Leopardus Colocolo

    Leopardus Colocolo
    Leopardus Colocolo
  71. Ozotoceros Bezoarticus

    Ozotoceros Bezoarticus
    Ozotoceros Bezoarticus
  72. Saguinus Bicolor

    Saguinus Bicolor
    Saguinus Bicolor
  73. Lagothrix Poeppigii

    Lagothrix Poeppigii
    Lagothrix Poeppigii
  74. Myotis Ruber

    Myotis Ruber
    Myotis Ruber
  75. Alouatta Belzebul

    Alouatta Belzebul
    Alouatta Belzebul
  76. Alouatta Ululata

    Alouatta Ululata
    Alouatta Ululata
  77. Phyllomys Brasiliensis

    Phyllomys Brasiliensis
    Phyllomys Brasiliensis
  78. Phaenomys Ferrugineus

    Phaenomys Ferrugineus
    Phaenomys Ferrugineus
  79. Proechimys Roberti

    Proechimys Roberti
    Proechimys Roberti
  80. Mico Rondoni

    Mico Rondoni
    Mico Rondoni
  81. Cavia Intermedia

    Cavia Intermedia
    Cavia Intermedia
  82. Atelocynus Microtis

    Atelocynus Microtis
    Atelocynus Microtis
  83. Mazama Bororo

    Mazama Bororo
    Mazama Bororo
  84. Tapirus Terrestris

    Tapirus Terrestris
    Tapirus Terrestris
  85. Dasypus Hybridus

    Dasypus Hybridus
    Dasypus Hybridus
  86. Tolypeutes Matacus

    Tolypeutes Matacus
    Tolypeutes Matacus
  87. Hylaeamys Oniscus

    Hylaeamys Oniscus
    Hylaeamys Oniscus
  88. Vampyrum Spectrum

    Vampyrum Spectrum
    Vampyrum Spectrum
  89. Alouatta Discolor

    Alouatta Discolor
    Alouatta Discolor
  90. Leontopithecus Caissara

    Leontopithecus Caissara
    Leontopithecus Caissara
  91. Chaetomys Subspinosus

    Chaetomys Subspinosus
    Chaetomys Subspinosus
  92. Microakodontomys Transitorius

    Microakodontomys Transitorius
    Microakodontomys Transitorius
  93. Ctenomys Flamarioni

    Ctenomys Flamarioni
    Ctenomys Flamarioni
  94. Phyllomys Unicolor

    Phyllomys Unicolor
    Phyllomys Unicolor
  95. Trichechus Manatus

    Trichechus Manatus
    Trichechus Manatus
  96. Ateles Marginatus

    Ateles Marginatus
    Ateles Marginatus
  97. Callithrix Aurita

    Callithrix Aurita
    Callithrix Aurita
  98. Pithecia Albicans

    Pithecia Albicans
    Pithecia Albicans
  99. Tayassu Pecari

    Tayassu Pecari
    Tayassu Pecari
  100. Chiropotes Albinasus

    Chiropotes Albinasus
    Chiropotes Albinasus
  101. Callithrix Kuhlii

    Callithrix Kuhlii
    Callithrix Kuhlii
  102. Brachyteles Arachnoides

    Brachyteles Arachnoides
    Brachyteles Arachnoides
  103. Trinomys Yonenagae

Veja também

Animais em Extinção no Brasil

É fato que o Brasil muitas vezes é reconhecido no exterior por possuir a maior …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *