Home / Animais / Animais Marinhos com a Letra Z: Zooplâncton

Animais Marinhos com a Letra Z: Zooplâncton

O fundo do mar conta com cerca de 200 mil espécies de plantas e animais marinhos! Entretanto, ainda há a possibilidade de que este número seja imensamente maior, pois não exploramos muitas partes do oceano. Segundo estudos, este número pode variar entre 500 mil a 5 milhões de espécies. A biologia marinha é uma área da ciência que ainda tem muito para descobrir!

Enfim, são muitas espécies quando comparadas às espécies terrestres conhecidas! Mas você conseguiria citar algum animal marinho cujo nome inicia com a letra Z?

Por mais que haja uma imensidão de espécies que habitam no fundo do mar, encontrar animais marinhos cujos nomes iniciam com a letra Z não é uma tarefa fácil. Por mais que a biodiversidade terrestre seja menos numerosa, soa como uma tarefa muito mais fácil selecionar animais com a letra Z. Há a zebra, o zebu, o zorrilho, o  zangão, entre outros. Sendo assim, dedicaremos este artigo ao tão importante e não tão conhecido zooplâncton! Talvez este nome nos faça lembrar apenas do personagem Plankton, de Bob Esponja, mas na verdade trata-se de um conjunto marinho importantíssimo para a vida nos oceanos.

O Zooplâncton

Zooplâncton
Zooplâncton

Zooplâncton, na área de biologia marinha, consiste no conjunto de organismos aquáticos que não possuem a capacidade fotossintética (processo físico-químico para obter glicose através da energia da luz solar). E estes são, majoritariamente, micro-animais que tem como seu habitat as águas do planeta Terra, e que normalmente não possuem muita capacidade de locomoção. Entretanto, apesar de normalmente considerarmos o plâncton como um grupo constituído por organismos microscópicos ou, pelo menos, bastante pequenos, há certos organismos planctônicos que podem formar colônias gigantes, com muitos metros de comprimento! Um exemplo disso são as salpas.

Outra característica muito atribuída a estes animais é a sua escassa habilidade para locomoção, pois são animais que possuem cílios, flagelos ou barbatanas rudimentares. Entretanto, diversos organismos deste grupo têm a capacidade de realizar migrações verticais na coluna de água, alterando a sua densidade relativamente à da água! Tais migrações permitem que eles não só escapem dos predadores, afundando nas águas profundas, portanto com menos luz durante o dia, e subindo para perto da superfície, onde há mais alimento, durante a noite, mas também que se aproveitem de correntes de fundo para se deslocarem para regiões onde as condições ambientais são mais favoráveis para a espécie.

O termo zooplâncton é derivado do grego, é composto por “zoon, que significa animal, e por “planktos”, que significa deriva. Para dar mais informações sobre o zooplâncton, podemos dizer que consiste em um grupo de animais formado por organismos microscópicos e organismos heterotróficos que atuam como herbívoros, carnívoros, detritívoros ou onívoros na teia trófica aquática. Alguns exemplos dos numerosos animais que pertencem a este grupo são os crustáceos, principalmente os copépodes, além deles há outros organismos geralmente considerados como tal, mas hoje classificados em várias clades dos Protistas. A seguir veremos como estes organismos são divididos.

Categorias de Zooplâncton

O conjunto de animais marinhos do zooplâncton pode ser dividido, principalmente, em duas categorias básicas que levam em conta o tempo em que este organismo permanece no plânton. Estas categorias são o holoplâncton, zooplâncton permanente, e o meroplâncton, zooplâncton temporário. O holoplâncton, também conhecido como zooplâncton permanente, consiste no organismo que permanece ao longo de toda a sua vida no plâncton. Já o meroplâncton, também conhecido como zooplâncton temporário, consiste no organismo que permanece de maneira temporária na comunidade planctônica, um exemplo destes organismos são as larvas de insetos e as de caranguejos.

A Sustentabilidade dos Oceanos

Os oceanos são, até hoje, habitados por uma quantidade impressionante de espécies não somente por conta do fato de que não foram tão explorados pelo ser humano tanto quanto as áreas terrestres. Na verdade, este é um fator de extrema importância, levando em conta que hoje a maioria das ameaças a espécies marinhas são provenientes da caça e da pesca; mas este não é o único fator. Além disso, os oceanos consistem em um ambiente muito rico em biodiversidade e também muito complexo, por serem capazes de suprir as necessidades alimentares, de respiração e reprodução de muitos animais e plantas. E o zooplâncton, nosso tema deste artigo, tem um papel de extrema importância no sucesso das espécies marinhas.

O conjunto de zooplânctons é importantíssimo para a sustentabilidade marinha, pois os organismos que o compõe são a base da alimentação de vários peixes e mamíferos aquáticos. Sendo assim, eles ajudam a tornar a vida marinha sustentável provendo alimentação aos habitantes do oceano. Isto quer dizer que o zooplâncton consiste no segundo elo da cadeia alimentar dos ecossistemas aquáticos: ele se alimenta do fitoplâncton e do bacterioplâncton e, por sua vez, serve de alimentação para organismos marinhos maiores. Há espécies que se alimentam exclusivamente de zooplâncton. E não é só isso! A importância do zooplâncton vai muito além da cadeia alimentar.

A Importância Ecológica do Zooplâncton

Além de ser de suma importância para a cadeia alimentar aquática, o que também configura como uma importância ecológica, o zooplâncton é também um ótimo condutor de fluxo de energia. Parece confuso, mas podemos explicar! O zooplâncton é capaz de conduzir o fluxo de energia dos produtores primários aos consumidores de níveis tróficos superiores. Sendo assim, é um conjunto de animais importante responsável pela produtividade secundária e, também, muito importante para o transporte e a regeneração de nutrientes pelo seu elevado metabolismo.

O Zooplâncton é Formado por Organismos Microscópicos Heterotróficos
O Zooplâncton é Formado por Organismos Microscópicos Heterotróficos

Além disso, o zooplâncton pode servir também como um indicador da qualidade da água, pois estes organismos respondem de maneira muito rápida às mudanças do meio ambiente, tais como a emissão de gases poluentes e o despejo de esgotos. Ou seja, com todos estes motivos, podemos concluir que o zooplâncton é de extrema importância para que os oceanos sejam partes tão exuberantes da natureza.

Assim sendo, agora que conhecemos muito sobre o zooplâncton, provavelmente este nome não irá nos remeter mais somente ao Plankton, o personagem de Bob Esponja. E você agora conhece um grupo de animais marinhos com a letra Z, que apesar de importantíssimo para a vida marinha, não é muito conhecido.

Veja também

Espécies De Cobras Em Florianópolis

As serpentes ou cobras, como são mais conhecidas aqui no Brasil, são animais pertencentes a …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *