Home / Animais / Animais Marinhos com a Letra J

Animais Marinhos com a Letra J

A biodiversidade marinha é incrivelmente rica! Hoje ela conta com aproximadamente 200 mil espécies de plantas e animais marinhos. E, de acordo com pesquisas fundamentadas, este número ainda pode ser muito mais alto: ele pode variar de 500 mil a 5 milhões de espécies. Diferente do solo terrestre, ainda hoje, muito do fundo do mar não foi explorado.

Neste artigo fizemos uma seleção de animais marinhos cujo nome inicia com a letra J! E o objetivo será conhecer animais já descobertos que habitam no fundo do mar! Aliás, estes são apenas alguns animais entre muitos outros que habitam o universo marinho onde ainda temos muito para descobrir. Foram selecionados aqui animais marinhos principalmente por conta do seu nome popular, mas geralmente informamos também seu nome científico, classe e família, além de algumas informações relevantes sobre a espécie.

Jamanta

A jamanta, que é também conhecida por manta, maroma, morcego-do-mar, peixe-diabo ou raia-diabo, consiste em uma espécie de peixes cartilagíneos. Esta é considerada a maior espécie de raias que existe nos dias de hoje. Sua alimentação consiste em plâncton e pequenos peixes; a jamanta não tem dentes e é inofensiva. Apesar disso, esta espécie pode atingir sete metros de envergadura e seu peso pode chegar a até 1.350 kg. A jamanta tem como sua característica mais marcante o corpo em formato de losango e uma cauda longa sem espinho.

Jacundá

Jacundá é o nome comum dado a diversos peixes do gênero Crenicichla, ou seja, perciformes, da família dos ciclídeos. Estes animais também são conhecidos por nhacundá e guenza. Além disso, seu grupo abrange hoje 113 espécies reconhecidas, todas nativas dos rios e dos ribeiros da América do Sul. Os jacundás possuem o corpo alongado, e a sua nadadeira dorsal contínua ocupando quase todo seu dorso. E eles normalmente possuem um ocelo típico na cauda.

Jaguareçá

O peixe Jaguareçá (de nome científico Holocentrus ascensionis) consiste em uma espécie de peixe teleósteo, e bericiforme, que pertence à família dos holocentrídeos. Estes peixes podem medir cerca de 35 cm de comprimento, e possuem como uma característica física marcante o seu dorso avermelhado.

Jaraqui

O jaraqui (de nome científico Semaprochilodus taeniurus) é um pequeno peixe  herbívoro e detritívoro; quando no seu habitat natural ele se alimenta majoritariamente de detritos e algumas plantas. Esta espécie realiza migrações, e é encontrada na maioria das vezes em várzeas e igarapés; geralmente em países como o Brasil, a Colômbia, o Equador, a Guiana e o Peru. Este peixe é muito numeroso na natureza, seu estado de conservação está classificado pela UICN (União Internacional para Conservação da Natureza) como “pouco preocupante”; portanto, trata-se de uma espécie estável. E

Jaú

O jaú (de nome científico Zungaro zungaro) é também conhecido como jundiá-da-lagoa. Este consiste em um peixe teleósteo que tem como habitat natural as bacias do rio Amazonas e também do rio Paraná. O jaú é um peixe de grande porte, e pode chegar a medir até 1,5 metro de comprimento total, e 120 quilogramas; sendo assim, ele é considerado um dos maiores peixes brasileiros. O corpo do jaú é grosso e curto, e sua cabeça é grande e achatada. A sua coloração pode variar do pardo-esverdeado-claro ao pardo-esverdeado-escuro, e conta com manchas no dorso; entretanto, o seu ventre é branco. Já o espécime jovem do jaú é chamado de jaupoca, e apresenta pintas violáceas espalhadas pelo dorso amarelado.

Jatuarana

O peixe jatuarana é também conhecido como matrinxã; e estes são nomes populares de peixes do gênero Brycon. Este peixe é encontrado em bacias amazônicas e em Araguaia-Tocantins. Eles são onívoros; sendo assim, têm sua alimentação baseada em frutos, sementes, insetos e de pequenos peixes. O jatuarana é um peixe de escamas que possui corpo alongado e um pouco comprimido. A sua coloração é prata uniforme, e conta com uma mancha escura localizada atrás do opérculo, já as suas nadadeiras são alaranjadas, com exceção da sua nadadeira caudal que é cinza.

Jundiá

O peixe jundiá também é popularmente conhecido como Nhurundia, Mandi-Guaru e Bagre-Sapo. O Jundiá é um peixe que habita rios com fundo arenoso e remansos de rios, próximos à boca do canal, onde procura alimento; ou seja, consiste em um peixe de água doce do Brasil.

Joana-Guenza

Este peixe, de nome científico Crenicichla lacustris, é mais conhecido como truta-brasileira, mas também pelos nomes populares de jacundá, Iacundá, cabeça-amarga, joana, joaninha-guenza, maria-guenza, michola e mixorne. Este é um peixe teleósteo, perciforme, da família dos ciclídeos. Além disso, é um peixe fluvial, que pode ser encontrado nas regiões Norte, Sudeste, Leste e Sul do Brasil e, também, no Uruguai. Joana-guenza é um peixe carnívoro, que alimenta-se de pequenos peixes, camarões, insetos e também de outros invertebrados. Esta espécie, que possui um corpo alongado, pode medir até 40 centímetros de comprimento, e pesar pouco mais de um quilo. Dentre suas características físicas as que mais se destacam são sua coloração pardo-acinzentado com manchas, estrias escuras e um ocelo na parte superior do pedúnculo caudal.

Jurupensém

O jurupensém, também conhecido por surubi bico-de-pato (e de nome científico Sorubim lima), é um peixe de água doce e de clima tropical. Esta é uma espécie de peixe carnívoro; sendo assim, se alimenta principalmente de outros peixes e crustáceos. Este é um peixe de couro de corpo roliço; e sua cabeça é longa e achatada. Os machos da espécie podem medir até 54,2 cm e pesar até 1,3 kg. E uma característica marcante sua é uma lista clara irregular que vem desde a sua cabeça até a nadadeira caudal. Além disso, a sua boca é arredondada, e o seu maxilar superior é maior do que a mandíbula. Seu dorso conta com um tom de marrom escuro na parte dianteira, e amarelado e esbranquiçado abaixo da linha lateral. Já as suas nadadeiras são de avermelhadas a róseas.

Jurupoca

A espécie denominada popularmente de jurupoca é também conhecida como jerupoca e jiripoca; nomes oriundos da língua tupi. Estes são peixes de água doce. As suas características físicas mais marcantes são seu tom escuro, com manchas amareladas. A jiripoca pode medir até 45 centímetros de comprimento. Além disso, este animal costuma nadar na superfície da água e emitir um som que assemelha-se ao pio de um pássaro; e é daí que surgiu a expressão popular “hoje a jiripoca vai piar”.

Estes foram apenas alguns nomes de animais marinhos cujos nomes iniciam-se com a letra J! Há ainda muitos outros para você buscar.

Veja também

Animais Exóticos da Austrália

A Austrália é um país rico nos mais diversos âmbitos e sentidos da palavra. Nele …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *