Home / Animais / A Águia Real Brasileira e Seu Habitat

A Águia Real Brasileira e Seu Habitat

A Águia Real

Do gênero Aquila, e do grupo das Falconidas, a águia real é uma ave de rapina. Oriundas do hemisfério norte, Europa ocidental, fazem parte do gênero outras duas espécies: a águia imperial e águia de bonelli. A águia real é a maior entre elas, possui cores características, como o marrom e o dourado.

Possui hábitos diurnos, uma envergadura nas asas que pode chegar até 2,5 metros e chega a pesar até 7 kg. As fêmeas são maiores que os machos, como em diversas outras espécies de aves de rapina, fora isso, é muito difícil identificar uma diferença entre ambos.

São monogâmicos, o que significa que ficam o um parceiro a vida toda. Ambos constroem o ninho, que chegam até 3 metros, buscam sempre os lugares mais altos, nas maiores montanhas. Estima-se que hoje existem entre 5000 e 7000 casais de águia real. Geralmente colocam 2 ovos por ninho, pois caso tenham mais, os filhotes começam a competir uns com os outros, podendo brigar até a morte. Outro fato é que os adultos ficam com mais dificuldade para alimenta-los. Os filhotes nascem ainda com os pelos esbranquiçados, e com o passar do tempo, vão modificando-se para tons de marrom escuro.

São especialistas em captura de seres terrestres e aquáticos, são capazes de avistar de muito longe sua presa e também algum possível perigo. Suas principais presas são os vertebrados, como coelhos, roedores de pequeno e médio porte. Tal espécie tem características tranquilas quando está pousada em algum lugar, revela sua força ao bater as asas, que são consideradas batidas poderosíssimas, surpreendendo suas presas com garras de até 8 centímetros.

Majestosa Águia Real
Majestosa Águia Real

Sempre foram admiradas pela sua determinação, imponência e visão privilegiada. Elas são consideradas aves majestosas, não é a toa que é considerada a “rainha das aves”. São usadas como símbolo em diversas ocasiões, desde brasoes do exercito, até bandeiras e animais nacionais, mascotes de vários países. É símbolo de força.

Habitat

São aves de essência rupícolas, ou seja, de lugares rochosos, porém também podem construir seu ninho em arvores. Na Península Ibérica, é especialmente nos meios rochosos em que os casais contarem seu ninho, pode-se identificar desde altitudes com mais de 2000 metros até o nível do mar. Sempre prefere lugares altos, montanhosos, onde pode ficar tranquila, longe de ameaças e obtém também uma visão privilegiada.

Espécies

Existem catalogadas ao menos 70 espécies de águias, habitam desde os desertos, as densas florestas até as mais altas montanhas. Sendo algumas mais famosas que outras, mais famosa que podemos destacar é a águia-americana, que vive no Hemisfério Norte, diversas vezes representada em filmes e comercial. Outra que merece destaque é a águia real, sem duvida uma das maiores da espécie. Habitam regiões de floresta densa, regiões montanhosas e savanas.

A Águia Real no Brasil

No Brasil existem oito espécies de águia real. Onde temos a Harpia como destaque, pois esta ave é considerada uma das mais poderosas e maiores do mundo. Chega a medir até 1 metro de comprimento e 2 metros de envergadura, podem pesar até 9 kg. É especializada em caçar macacos, bicho-preguiças, são muito fortes, capazes de agarrar um animal do mesmo peso que ela.

Ela encontra-se principalmente na região Amazônica e em algumas partes da Mata Atlântica. Possuem asas largas e redondas, a cabeça é cinza e o papo negro, os olhos são pequenos, uma crista alta e uma cauda cinzenta. Pode ser encontrada também no México, Argentina e Bolivia, porém onde se encontra em grande quantidade é no território brasileiro, o lugar ideal para ela, pois costumam fazes seus ninhos nas densas florestas e longas arvores do Brasil. Os únicos lugares onde não estão presente são nas regiões semiáridas e pampas gaúchos. É uma ave com estilo planador, onde dá muitas batidas rápidas e depois desfrutam de um longo planeio. Alimentam-se animais de porte médio, gosta de captura-los ao amanhecer, quando saem pra tomar sol.

Águia Real Se Alimentando
Águia Real Se Alimentando

Uma ave mais rara que a própria harpia, é o uiraçu, ou gavião-real-falso. É semelhante à ela, porém é mais leve, com postura mais esbelta e um pouco menor, porém é tão imponente quanto a harpia. É discreta e umas das aves menos conhecidas de toda a América. Ela habita o interior da floresta e não voa acima das copas como a harpia, caçando suas presas nos próprios galhos das arvores. No Brasil habitam a região Amazônica, com algumas raras aparições pela Mata Atlântica.

Águia Real Mostrando Toda Sua Força Contra um Cobra

Outro grupo interessante é a águia-açores, são ágeis e fortes, que também vivem na floresta, de porte médio e uma cauda comprida, é especialista em manobras e voo rápidos, facilitando caçar as pressas. Este grupo é representado por 3 espécies no Brasil: o gavião-de-penacho, o gavião-pato e o gavião-pega-macaco, que apesar de serem chamados de gaviões por questões populares, são considerados da espécie das águias.

Ameaças

Devido às imprudências e ignorâncias do homem, as aves são frequentemente caçadas e perseguidas, principalmente por fazendeiros, onde acreditam que elas atacam suas criações, daí vão e perseguem-na. Atualmente as harpias estão restritas principalmente ao território Amazônico. Já que podemos considerar que todas as aves, tanto de rapinas, como outras, são fundamentais para o correto funcionamento do ecossistema, do meio ambiente. Isto ocorre com as águias por que são predadoras, então tem a função de regular o numero de presas na natureza, influenciando nos índices de diversidade de espécies. Até para os homens ela é importante, pois também controla o numero de animais que são de interesse do ser humano, que podem representar alguma ameaça a ele próprio, como os roedores e as serpentes.

Águia Real Em Pleno Vôo
Águia Real Em Pleno Vôo

Aqui no Brasil já teve presença registrada em quase todos os estados, mas como foi dito acima, devido a fatos e ações lamentáveis do homem, restringiu-se em uma parcela do nosso vasto território, em único espaço, no território Amazônico. Um dos poucos lugares onde conseguem viver tranquilamente, entre as copas de arvores gigantescas, que são suas preferidas para montar o ninho. Nos Estados Unidos é protegida pelo próprio governo, pois é considerada uma ave em extinção, no Brasil ainda não é considerada extinta, mas sofre serias ameaças de entrar nesta triste lista.

Veja também

Queimadura de Piolho de Cobra

A Lei da Selva Desde de que a vida surgiu no planeta Terra, há 3,5 …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *